Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Paulo Sérgio não conta com Vukcevic, Caneira e Pedro Silva

Vukcevic, Caneira e Pedro Silva não constam da lista de opções de Paulo Sérgio para a nova temporada.

O treinador da equipa de futebol do Sporting, Paulo Sérgio, revelou, em entrevista ao TVI24, não contar para a próxima época com o médio Vukcevic, nem com os defesas Marco Caneira e Pedro Silva.

"Não tenho nada contra o rapaz (Vukcevic), mas em função das minhas ideias não vou continuar com ele. Vamos encontrar uma solução", disse o treinador dos "leões", no domingo à noite.

Numa entrevista em que falou de muitos jogadores, o técnico justificou também as saídas de Caneira e Pedro Silva, explicando que "não faz sentido ter mais laterais", num grupo em que conta com João Pereira, João Gonçalves e Abel.

Quanto a Marco Caneira, o treinador entende que é um central polivalente e não um lateral esquerdo, faltando-lhe profundidade, mas que para a zona central da defesa está à procura "de outro tipo de jogador".

Sob a mesa estiveram também os empréstimos de Bruno Pereirinha e Adrien, os quais Paulo Sérgio entende que precisam de maior experiência e competição.

Faltam dois centrais e um ponta de lança

O técnico revelou ainda que está à procura de dois centrais e um ponta de lança e que entre os defesas para o eixo -- Carriço, Tonel e Polga - um deles poderá sair, sendo que Polga e Tonel têm propostas.

Em relação a Carriço o técnico disse ainda: "Tem capacidade de liderança e auguro-lhe um grande futuro. Saiu para jogar no 'timing' certo e foi bem recuperado para o plantel".

Recusando a ideia de estar a fazer uma "revolução" no plantel, o antigo técnico minhoto disse que o objetivo é fazer passar as suas ideias, que é uma "situação normal" e que para isso precisa de "alguns jogadores.

Maniche tem experiência, Matias Fernandez precisa de ser mais constante

 

Em relação às caras novas, em especial Maniche, Paulo Sérgio lembrou a experiência do internacional português e frisou que "ainda é um grande jogador".

Sobre o chileno Matias Fernandez, defendeu que precisa de ser "mais constante", embora acredite no seu futebol, e sobre o francês Sinama-Pingolle, que durante a época pouco jogou - devido a problemas familiares - e que foi um dos reforços mais caros (6,5 milhões de euros), Paulo Sérgio espera que mostre as suas capacidades.

"O investimento ultrapassa-me completamente. É igual aos outros. Confio nele e tem um grande potencial. Tem de ter humildade, estou-me nas tintas por onde já passou. Vai ter de mostrar aqui o que vale. É rápido, tem explosão e finaliza bem".

"Gosto mais de ver o Liedson com um parceiro ao lado"

Um ativo bem valioso é Liedson, de quem Paulo Sérgio confessou gostar de ver ao lado de outro avançado.

"Gosto mais de ver o Liedson com um parceiro ao lado. Mas também lhe posso dar dois parceiros. Estamos à procura de um ponta de lança com características diferentes. Quero introduzir mais centímetros na equipa, sempre com talento a acompanhar".

Já Marat Izmailov, e depois de uma época com algumas polémicas, é um assunto a ser esclarecido, embora o treinador não coloque o médio russo no mesmo plano de Vukcevic, do qual prescinde. "Não tenho dúvidas sobre o seu valor, mas quero ver esclarecidas algumas questões. Se não souber coabitar com os outros, o talento não serve de nada", referiu.

Num momento em que a imprensa tem dado o guarda-redes Nilson como reforço da baliza "leonina", Paulo Sérgio disse que o importante é dizer que confia "totalmente no Rui Patrício e no Tiago".

O Sporting regressa segunda feira ao trabalho para a época 2009/10, num dia em que estão marcados dois treinos (às 09:00 e às 17:00).

Neste primeiro dia os "leões" não contam com os internacionais Miguel Veloso e Liedson, na seleção portuguesa, Matias Fernandez, no Chile, e o guarda-redes Stoijkovic, na Sérvia.