Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Patrícia Mamona atinge oitavo lugar

A atleta que tinha batido o seu próprio recorde português nas eliminatórias, por 11 centímetros (14,12 metros), abriu hoje o concurso decisivo com 14,07.

A saltadora Patrícia Mamona, com mais dois saltos acima dos 14 metros, atingiu hoje o oitavo lugar da final do triplo dos Europeus Barcelona2010, ganha pela líder europeia, a ucraniana Olha Saladuha.

Mamona, que tinha batido o seu próprio recorde português nas eliminatórias, por 11 centímetros (14,12 metros), abriu hoje o concurso decisivo com 14,07 e conseguiu ficar nas oito atletas com direito a mais três ensaios.

Porém, apesar de ainda ter voltado a passar a marca dos 14 (14,02) a atleta de 21 anos da Juventude Operária Monte Abraão, mas radicada em Clemson, Carolina do Sul, ficou-se pelo oitavo posto final.

"Entrei logo a abrir. Estou super contente. Os objetivos de bater o recorde pessoal e chegar à final foram cumpridos. Estou mesmo muito orgulhosa de mim mesma", disse.

A prova foi dominada por Saladuha, que melhorou duas vezes a melhor marca europeia do ano, já na sua posse -- 14,80 e 14,81 -, enquanto a melhor marca pessoal do ano da italiana Simona La Mantia (14,56) e o recorde nacional belga de Svetlana Bolshakova significaram "prata" e "bronze".

"Hoje tive problemas com o vento, que estava sempre a mudar e também já senti algum cansaço, mas acho que tenho muita margem de progressão depois de estabilizar nos 14 metros", adiantou, confessando que o resultado dá "mais motivação para o treino e para uma vida de atleta profissional".

Patrícia Mamona, campeã universitária dos Estados Unidos pelos Clemson Tigers, revelou ainda já ter recebido propostas de marcas desportivas, como a norte-americana Nike, para ser patrocinada e iniciar carreira profissional, e de outros clubes para representar em Portugal, como o FC Porto.