Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Novo presidente do Comité Olímpico de Portugal conhecido hoje

Vicente Moura deixa a presidência do Comité Olímpico de Portugal, cargo que ocupava desde 1997

Nuno Botelho

Marques da Silva ou José Manuel Constantino. Um deles vai gerir o futuro do organismo sucedendo a Vicente Moura, que ocupava o lugar desde 1997.

Raquel Pinto

Raquel Pinto

Jornalista

Manuel Marques da Silva e José Manuel Constantino disputam hoje a presidência do Comité Olímpico de Portugal (COP).

A vaga ficou em aberto depois do comandante José Vicente Moura, que liderava o organismo desde 1997, ter anunciado o seu afastamento assim que terminasse o mandato. Agora, vai estar à frente das modalidades do Sporting, integrando o projeto de Bruno Carvalho, escolhido ontem pelos sócios leoninos para assumir a presidência do clube de Alvalade.

As eleições dos órgãos sociais do COP serão realizadas em Assembleia Plenária, às 17h30, pelos 79 membros com direito a voto, dos quais 29 são federações olímpicas.

Manuel Marques da Silva, de 76 anos, um oficial da marinha reformado com formação em engenharia eletrotécnica, liderou a Federação de Ténis e é o atual secretário-geral do COP.

Para a lista A chamou personalidades como Carlos Cardoso, o presidente do Confederação do Desporto de Portugal, Mário Saldanha, o líder da Federação de Basquetebol e Ulisses Pereira, que se encontra à frente dos destinos do Andebol nacional. Integram ainda o seu projeto Pedro Mota, o atual presidente da Federação de Tiro com armas de caça, bem como João Matos, antigo presidente da Federação de Badminton.

Já na lista B, encabeçada por José Manuel Constantino, fazem parte também cinco vice-presidentes. Entre eles, Hermínio Loureiro, ex-secretário de estado do Desporto do Governo de Durão Barroso e ex-presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, e a campeã olímpica de maratona Rosa Mota.

Os restantes nomes apresentados são figuras com experiência na liderança de federações, como António Lopes Aleixo (Judo) e Artur Lopes (Ciclismo). Destaque ainda para Mário Santos, o chefe da missão olímpica Londres-2012 e o atual presidente da Canoagem.

José Manuel Constantino tem 62 anos, é licenciado em Educação Física, e conta no seu currículo o comando do Instituto do Desporto de Portugal e da Confederação do Desporto de Portugal.