Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Nelson Évora sente-se muito confiante para Pequim

O saltador do Benfica não esconde que ambiciona entrar na luta pela medalha de outo no triplo, até porque vai apresentar-se na condição de campeão do Mundo da especialidade.

A pouco mais de dois meses do início da sua segunda aventura olímpica, Nelson Évora garante sentir-se em melhor condição do que no ano passado por esta altura, quando se preparava para conquistar o título mundial do triplo salto em Osaca (Japão).

"Estou melhor do que estava no ano passado na mesma altura e estou mais calmo. Quero manter-me calmo e trabalhar bem para na altura 'soltar os cavalos'", afirmou Nelson Évora, no lançamento da segunda fase da iniciativa "Djunta Mom" ("Junta às Mãos"), de solidariedade com as crianças de Cabo Verde.

O atleta benfiquista, de 24 anos, destacou o facto da preparação da época decorrer "sem lesões" e começar agora a "ganhar ritmo competitivo" com a presença no Meeting de Saragoça, este sábado, onde vai competir no salto em comprimento - embora a aposta para Pequim seja o triplo salto.

"As pessoas acreditam em mim"

Évora disse já "começar a sentir a adrenalina das grandes competições e a motivação extra" para participar ao melhor nível nos Jogos Olímpicos e garante não sentir pressão por ser apontado como uma das fortes hipóteses de medalha.

"As pessoas pedem (uma medalha), mas isso é algo de bom. Dá-me força. Significa que as pessoas têm confiança e que acreditam em mim", sublinhou.

Após ser conhecida a intenção do Governo em avançar para a construção da nova 'Oficina de Treino' do atletismo no Estádio Nacional, em Lisboa, o atleta não escondeu a sua satisfação até por tratar-se de um projecto que já reivindicara, anteriormente, como fundamental para a modalidade.

"Não podia estar mais satisfeito com essas notícias, é algo que o atletismo português já merecia e precisava. Foi uma alegria para todos nós", referiu, acrescentando: "Como podem ver, estamos em Maio e ainda chove e, noutros anos, em Abril já fazia sol. Ainda estou a treinar à chuva, mas mesmo assim dá para realizar um bom trabalho".

A nova infraestrutura coberta começará a ser construída este ano e permitirá aos atletas treinarem-se no Estádio Nacional com todas as condições climatéricas. Com um custo total de 4,2 milhões de euros, a 'Oficina' estará pronta em Agosto de 2009 e ficará integrada no Centro de Alto Rendimento do Atletismo.