Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Munúa condenado a seis meses de prisão

Guarda-redes do Deportivo agrediu o companheiro de equipa e de posição, Dudu Aouate, e foi condenado por um tribunal espanhol.

Ricardo Capela

Gustavo Munúa, guarda-redes do Deportivo da Corunha, foi condenado a seis meses de prisão, pela agressão ao colega de equipa e de posto, Dudu Aouate. No entanto, o uruguaio não vai cumprir a pena porque não antecedentes e também porque o juiz teve em conta o contexto em que se verificou a agressão, pelo que Munúa vai ter de pagar 3600 euros em compensação.

Aouate disse há umas semanas que não compreendia a decisão do treinador de o retirar da baliza, entregando a titularidade a Munúa. O uruguaio não gostou e agrediu o colega a soco.

Apesar do incidente, Aouate, ex-jogador do Racing Santander, não apresentou qualquer queixa, mas isso não impediu que a polícia tivesse aparecido no Estádio Riazor, a solicitar os relatórios médicos do guarda-redes israelita, que foi suturado com oito pontos junto ao olho esquerdo. Os dois intervenientes foram ainda convocados para comparecer junto do tribunal, que agora se pronunciou.