Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

"Muito feliz, como portista e como cidadão"

O presidente do FC Porto revelou ter ficado "muito feliz" com o 1.º lugar do Grupo G da Liga dos Campeões, garantido após a vitória frente ao Arsenal.

O presidente do FC Porto revelou ter ficado "muito feliz, como portista e como cidadão", com o primeiro lugar no Grupo G da Liga dos Campeões, garantido quarta-feira na vitória sobre o Arsenal.



Numa sessão de autógrafos associada ao livro "Jorge Nuno Pinto da Costa, o portador de alegrias", da autoria de Jorge Rodrigues e lançado em Outubro, o presidente portista esclareceu estar na livraria Lello, no Porto, não para tratar de futebol, mas não deixou passar a oportunidade para elogiar o triunfo sobre a formação inglesa por 2-0.



"Vou abrir uma excepção para responder a essa pergunta. Estou aqui não para tratar de futebol, mas para uma sessão de autógrafos de um livro. Sente-se em todas as pessoas, em quase todos os jornais, em quase toda a comunicação social, que realmente a vitória do FC Porto e a conquista do primeiro lugar encheu de alegria a grande maioria das pessoas, mas naturalmente que há excepções", disse Pinto da Costa.



O líder dos 'azuis-e-brancos' explicou que o título do livro foi escolhido pelo autor e em alusão a um comentário do treinador Artur Jorge, campeão europeu pelo FC Porto em 1986/87.



"Não fui eu que chamei portador de alegrias ao livro. O autor escolheu o nome e creio que foi o Artur Jorge, quando foi ouvido sobre a minha pessoa, que disse que eu era um portador de alegrias, na medida que tinha proporcionado alegrias a muita gente", contou.



Pinto da Costa disse ainda ser um bom "hábito" comprar e ler livros e revelou pouco ter contribuído para a elaboração da obra de Jorge Rodrigues.