Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Maniche continua de fora no Atlético Madrid

Ao contrário do médio, que fica de fora pela terceira vez, Simão e Zé Castro estão convocados. Continuidade de Maniche em Madrid permanece uma incógnita.

Ricardo Capela

Maniche voltou a ficar fora da lista de convocados do Atlético de Madrid. O treinador Javier Aguirre optou por não chamar o médio português, algo que acontece pela terceira vez consecutiva, deixando-o agora de fora da partida com o Granada 74, a contar para a Taça do Rei. Ao contrário do que sucede com Maniche, Simão e Zé Castro, os outros portugueses do plantel, entram na lista de 16 convocados divulgada esta manhã por Aguirre.

Maniche foi protagonista de um desentendimento com o treinador "colchonero", que foi amplamente noticiado, mas Javier Aguirre ainda não explicou a situação publicamente. Os responsáveis mantém a convicção de que Maniche não abandonará o clube, embora seja conhecido o interesse de alguns emblemas ingleses no internacional português.

Tottenham à cabeça

De acordo com as informações que surgem de Inglaterra, o Tottenham é o principal interessado no concurso do jogador. O Daily Star, que inclusivamente cita o empresário Jorge Mendes, afirma que diversos clubes europeus manifestaram vontade de conhecer a exacta situação do jogador. Entre eles alguns emblemas da Premier League.

Em rota de colisão com o treinador, Maniche terá todo o interesse em abandonar o Vicente Calderón, até porque quererá chegar ao Verão nas melhores condições para poder entrar nas opções de Scolari para o Euro-2008. Apesar de a saída ser o cenário mais previsível, Simão Sabrosa já se manifestou a favor da continuidade de Maniche. Em entrevista ao diário desportivo "A Bola", o ex-jogador do Benfica lamenta a situação e espera uma solução favorável a Maniche, ele que até deixar de jogar era "o jogador mais utilizado do plantel".

"Estamos perante uma situação complicada. A resolução do problema passa pela direcção, pelo treinador e pelo jogador. O Maniche é um jogador muito importante e o que desejo é que o assunto se resolva. Não sei se vai ficar ou não... se ficar, é bom para nós; se sair, que vá para um bom clube e que tenha toda a sorte do mundo", podia ler-se na entrevista.