Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Luís Filipe Vieira vai fazer tudo para manter o plantel

Luís Filipe Vieira disse à Benfica TV que vai fazer um "esforço muito grande" para manter os principais jogadores do plantel.

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, garantiu hoje que vai fazer um "esforço muito grande" para manter o plantel que se sagrou campeão nacional de futebol, no dia do arranque da pré-temporada dos "encarnados".

"É verdade que o Benfica tem alguns jogadores cobiçados, mas vamos fazer um esforço muito grande para manter o plantel e reforçá-lo, para os adeptos continuarem a sentir entusiasmo e a prosseguir a onda vermelha", prometeu Luís Filipe Vieira, em entrevista à Benfica TV.

Para o grande objetivo de revalidar o título nacional e "ir o mais longe possível na Liga dos Campeões", Luís Filipe Vieira admitiu que "é possível" que o clube "venha fazer mais uma ou duas aquisições".

"Queremos uma equipa bastante competitiva, que nos dê garantias a nível nacional e nos permita fazer uma surpresa na Europa. A revalidação do título é o grande objetivo, mas o Benfica quer também e ir o mais longe possível na Liga dos Campeões", insistiu o presidente dos "encarnados".

Coentrão e Di Maria são os mais cobiçados

Sobre os dois nomes mais falados no mercado internacional, Fábio Coentrão e Di Maria, ainda ao serviço das respetivas seleções (Portugal e Argentina) no Mundial2010, Luís Filipe Vieira diz que ambos são ainda jogadores do Benfica.

Quanto ao lateral, que está a dar nas vistas na África do Sul, o dirigente acredita que Fábio Coentrão, "um jogador à Benfica", vai manter-se no clube "por muitos anos", mas admite que não pode fazer nada se um clube cobrir a cláusula de rescisão, 30 milhões de euros.

"Nunca estamos preparados para ver sair um jogador destes, mas, quando se fala na cláusula de rescisão, não podemos fazer nada e não podemos fugir ao que está acordado. Mas vamos pensar que o Fábio Coentrão vai continuar por muitos anos", desejou.

Sobre Di Maria, Luís Filipe Vieira afirmou à Benfica TV que o avançado argentino "pode ser transferido se forem cumpridos determinados pressupostos", eventualmente com o Real Madrid, mas também insistiu que vai "lutar até às últimas consequências" para segurar o jogador.