Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Liga exige maior rigor e clubes vão passar a ser mais vigiados

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional ambiciona maior rigor para a próxima temporada e vai propor à Assembleia Geral a aprovação do reforço de poderes da Comissão de Auditoria que avalia as candidaturas dos clubes. (Visite o dossiê do Campeonato da I Liga)

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) ambiciona maior rigor para 2009/10 e vai propor à Assembleia Geral (AG) a aprovação do reforço de poderes da Comissão de Auditoria que avalia as candidaturas dos clubes.

No final da reunião de Direcção, hoje, no Porto, o presidente da LPFP, Hermínio Loureiro, disse que o organismo pretende actuar segundo uma "atitude preventiva, de forma a evitar situações desagradáveis".

Hermínio Loureiro referiu que, por unanimidade, foi aprovada a alteração do artigo 35 das competições, norma que estipula os pressupostos necessários para as candidaturas serem aceites como válidas.

Desta forma, a LPFP vai passar a solicitar ao Instituto de Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) a confirmação e aceitação de eventuais Planos Extrajudiciais de Conciliação (PEC) tentados por clubes.

Durante esta época, bastava um clube apresentar a documentação de candidatura ao PEC para conseguir inscrever-se nas competições profissionais.

O dirigente revelou também que a Direcção da LPFP vai aderir de forma extraordinária ao Fundo de Garantia Salarial promovido pelo Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF), ainda no âmbito do maior rigor exigido para as próximas temporadas.

A Direcção da Liga aprovou também por unanimidade o Relatório e Contas de 2007/08 e o orçamento de 14,4 milhões de euros estipulado para 2008/09.

"Pelo que vi hoje, na reunião de Direcção, creio que todas estas medidas poderão ser aprovadas em Assembleia Geral, já que houve unanimidade total", disse o presidente da LPFP.

Por fim, Hermínio Loureiro revelou ter sido criada uma equipa para fazer o levantamento das novas alterações aos regulamentos desportivos, como o novo regime jurídico das federações ou as novas leis de doping e contra a violência, de forma à LPFP estar na linha da frente dessas medidas.

Campeonato da I Liga