Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Jesus discorda de convocatória de Queiroz

Se Jorge Jesus fosse selecionador "teria feito outra convocatória", diferente da de Carlos Queiroz, em relação aos jogadores "encarnados", mas respeita as opções tomadas. 

Se Jorge Jesus fosse selecionador nacional "teria feito outra convocatória", diferente da de Carlos Queiroz, em relação aos jogadores "encarnados", mas espera que, no fim do Mundial2010, o atual selecionador "tenha razão". 

O treinador do Benfica opinou hoje sobre as opções de Queiroz durante a cerimónia de apresentação das novas camisolas do Benfica para a próxima época, ele que há poucas semanas, aludindo à eventual convocatória para o Mundial dos seus jogadores Quim, Ruben Amorim, Fábio Coentrão e Carlos Martins, dizia que "alguém deve andar distraído" se não os chamasse. 

Questionado se Queiroz anda distraído, Jesus torneou a questão: "Ser selecionador é completamente diferente de ser treinador. E o 'feeling' de um grande selecionador é saber escolher os jogadores, não importando muito saber treinar. Porque não há muito tempo para treinar uma seleção. Repito: espero que no fim do Mundial o Queiroz tenha razão". 

Apesar de discordar de Carlos Queiroz, Jorge Jesus disse ainda "respeitar as opções do selecionador". 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.