Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Inter de Milão e Roma adiam título para a última jornada

O Inter de Milão e a Roma venceram hoje na penúltima jornada da Liga italiana e adiaram a decisão do título de campeão para a última jornada.

O Inter de Milão e a Roma venceram hoje na penúltima jornada da Liga italiana de futebol e adiaram a decisão do título de campeão para a última jornada, com as duas equipas a continuarem separadas por dois pontos. 

Em Milão, o Inter bateu o Chievo por 4-3, enquanto a Roma, também a jogar em casa, venceu o Cagliari por 2-1, mantendo as duas equipas a mesma diferença pontual.  

O título decidir-se-á na última jornada, com o Inter de José Mourinho a deslocar-se ao terreno do despromovido Siena, enquanto a Roma joga no terreno do Chievo. 

Num jogo com muitos golos e muitas oportunidades desperdiçadas, o Inter de Milão venceu o Cagliari, apesar de ter começado a perder com um auto-golo de Thiago Motta, logo aos 12 minutos. No minuto seguinte, contudo, foi a vez de Mantovani marcar na própria baliza e igualar o jogo. 

Roma deu a volta

Cambiasso, aos 34 minutos, e Milito, aos 39, colocaram o Inter com dois golos de vantagem ao intervalo e que Balotelli ampliaria aos 52 minutos. Nessa altura a Roma continuava empatada a zero no Olímpico de Roma, resultado que faria do inter campeão. 

A eventual festa do Inter tornou-se mais provável quando Lazzari colocou o Cagliari a vencer em Roma, através de um livre direto aos 73 minutos, altura em que em Milão o Chievo reduzia para 4-3 com golos de Granoche (60) e Pellisier (75). 

Com o Inter a desperdiçar golos sucessivamente as atenções estavam concentradas em Roma, mas dois golos do veterano Totti, aos 79 e 83, este na conversão de uma grande penalidade, adiaram a decisão do título para a última jornada.

Miccoli a facturar

Na Sardenha, o Palermo procurava bater a Sampdória, resultado que lhe permitiria ultrapassar o adversário e alcançar um lugar nos play-off da Liga dos Campeões.  

O jogo acabaria, no entanto, empatado a um golo, através de duas grandes penalidades. Primeiro, Pazzini colocou a equipa de Génova na frente, mas Miccoli acabaria por empatar e adiar para a última jornada a decisão da quarta equipa italiana na Champions. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.