Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Futebolistas do FC Porto condenados no caso do túnel da Luz

Hulk, Sapunaru, Cristian Rodriguez, Helton e Fucile terão que pagar indemnizações, entre os 35 mil e os 90 mil euros, por ofensas corporais a dois assistentes no estádio da Luz.

Os futebolistas Hulk, Sapunaru, Cristian Rodriguez, Helton e Fucile foram hoje condenados a indemnizar os stewards no caso do túnel do Estádio da Luz, disse hoje à agência Lusa fonte judicial.

A mesma fonte adiantou que as indemnizações, impostas aos jogadores pela terceira secção do terceiro juízo criminal de Lisboa, aos dois assistentes de recintos desportivos, por ofensas corporais, variam entre os 35.000 e os 90.000 euros.

Os factos ocorreram após o final do "clássico" entre Benfica e FC Porto, da 14.ª jornada da I Liga de 2009/10, que a equipa benfiquista venceu por 1-0.

Os brasileiros Hulk e Helton, o romeno Sapunaru e os uruguaios Christian Rodriguez e Fucile estavam indiciados por agressões a dois stewards em serviço no referido encontro, disputado em 8 de dezembro de 2009

O romeno Sapunaru estava acusado de dois crimes de ofensa à integridade física, enquanto Hulk, Helton, Cristian Rodriguez e Fucile responderam por um crime de agressão, na forma simples.

Atualmente, apenas Helton e Fucile ainda representam os tricampeões nacionais.

Os dois seguranças, um dos quais teve de receber tratamento hospitalar, requereram uma indemnização de 45 mil euros, que já afirmaram que será doada a uma instituição de solidariedade.