Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

FPF multa Scolari em 35 mil euros

Foi esta a forma encontrada pela FPF para punir a agressão do seleccionador nacional ao jogador sérvio Dragutinovic. A verba afectada será aplicada num fundo de "fair-play".

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu esta sexta-feira retirar 35 mil euros ao ordenado do seleccionador Luiz Felipe Scolari como penalização pelos incidentes com o jogador sérvio Dragutinovic.

A decisão foi tomada em reunião da Direcção, em Lisboa, e anunciada pelo presidente da FPF, Gilberto Madaíl, que revelou que a verba afectada será aplicada num fundo de "fair-play".

A medida surge 36 dias depois de Scolari ter agredido o defesa Dragutinovic, no final do encontro de qualificação para o Euro2008 realizado entre Portugal e Sérvia (1-1), disputado no Estádio José Alvalade.

A Comissão de Controlo e Disciplina da União Europeia de Futebol (UEFA) suspendeu o seleccionador das "quinas" por quatro encontros, mas a defesa de Scolari, junto da Comissão de Recursos da UEFA, alegando que apenas respondeu a agressões verbais e físicas do adversário, alterou a primeira decisão.

Há duas semanas, aquela instância do organismo europeu decidiu suspender Scolari por três meses, o último dos quais em suspenso por dois anos, e manter a multa de cerca de 12.000 euros, o que permite ao técnico desempenhar funções no derradeiro encontro da qualificação para o Euro2008, uma recepção à Finlândia, no Estádio do Dragão, a 21 de Novembro, falhando as outras três partidas.