Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Fim da linha para o FC Porto

Dragões estiveram em vantagem, mas Helton estragou o sonho com um frango monumental. Barcelona, Inter Milão e Lyon também afastados.

Acabou. De forma inglória, mas acabou. Em Stamford Bridge, o Chelsea pôs termo ao sonho do FC Porto na Liga dos Campeões.

Os "dragões" ainda sonharam, com o golo de Quaresma, aos 15 minutos, mas, depois, e quando estavam em vantagem na eliminatória, cairam no erro (que também é uma tentação) de recuar na defesa do resultado. Acontece que o Chelsea não é uma equipa qualquer e provou isso mesmo, ainda que sem fazer uma grande exibição.

A equipa de Mourinho, em desvantagem, subiu, subiu, subiu, e encostou o FC Porto às cordas. Os portugueses ainda aguentaram a vantagem até ao intervalo mas logo no início do segundo tempo, e já com Mikel no lugar de Makelele, Robben empatou.

A traição de Helton

O golo do empate dos "blues" é, no mínimo, esquisito. Robben recebeu a bola de Diarra, deixou Lucho para trás e rematou fraco mas Helton, inexplicavelmente, colocou, ele mesmo, a bola na baliza, fruto de um gesto técnico completamente incorrecto. Um frango momumental que, diga-se, acontece aos melhores. Mas, no caso de Helton, aconteceu quando não podia mesmo acontecer.

Depois, foi o continuar da pressão. Jesualdo lançou Ibson e Adriano, mas o FC Porto não mais foi capaz de incomodar Petr Cech. Aos 79 minutos, o Chelsea marcou, por Ballack, depois de uma boa triangulação entre Ashley Cole, Drogba e Shevchenko, com este a assistir o alemão. Desta vez, Helton não podia fazer nada.

O resultado estava virado e o FC Porto fora da Liga dos Campeões. Já eliminados também da Taça de Portugal, resta agora, aos azuis-e-brancos, a Liga, onde, até ver, vão bem lançados.

Barça vence, Liverpool segue

Nos outros encontros do dia, pode dizer-se que a surpresa foi a nota dominante. Se é que, a este nível, se pode falar em surpresas.

O Barcelona, detentor do título, até venceu em Anfield o Liverpool (1-0), mas a derrota por 2-1 em Camp Nou valeu a passagem aos "reds", que ficaram com vantagem nos golos marcados fora de casa.

O Inter de Milão também ficou pelo caminho. Depois do empate a dois em Itália, a equipa de Figo não conseguiu melhor que um nulo em Valência, permitindo o apuramento do conjunto de Miguel e Hugo Viana. Um jogo que terminou com cenas tristes, agressões dentro e fora do relvado, ao bom estilo sul-americano.

A maior surpresa da noite aconteceu, ainda assim, em França. Depois de empatar sem golos com no Olímpico de Roma, pensava-se que o Lyon confirmasse, em casa, o favoritismo. Nada disso. Pelo contrário, foram os romanos que levaram a melhor, com golos de Totti e Mancini.

LIGA DOS CAMPEÕES

. Chelsea - FC Porto, 2-1 (1-1)*

. Liverpool - Barcelona, 0-1 (2-1)*

. Valência - Inter Milão, 0-0 (2-2)*

. Lyon -Roma, 0-2 (0-0)*

*Entre parênteses o resultado do jogo da primeira-mão