Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Feito inédito. Portugal é campeão europeu de ténis de mesa

Marcos Freitas foi um dos "heróis" do dia

Tiago Petinga / Lusa

Pela primeira vez, Portugal sagrou-se campeão da Europa de ténis de mesa por equipas. O feito foi alçado em Lisboa, após derrotar a Alemanha, hexacampeã europeia.

Este domingo fez-se história no ténis de mesa português. Portugal sagrou-se campeão europeu da modalidade por equipas, na Meo Arena, em Lisboa. Apesar de ser o segundo classificado do ranking da Europa, esta é a primeira vez que Portugal alcança o título de campeão Europeu.

"Estou muito, muito contente", afirmou o seleccionador Pedro Rufino. "Este é o dia mais feliz da minha vida desportiva".

Foi só depois de mais de duas horas e meia de jogo que a selecção nacional derrotou a Alemanha por 3-1, empurrando assim para segundo lugar aquela que já fora campeã da Europa por seis vezes consecutivas. Marcos Freitas e Tiago Apolónia foram os grandes heróis do dia, com o primeiro a conceder duas vitórias a Portugal e o último uma vitória.

O primeiro jogo foi de Marcos Freitas, que venceu Steffen Mengel por 3-0. Seguiu-se João Monteiro, que seria derrotado por Timo Boll, o actual número dois do ranking europeu, também por 3-2. Mas Tiago Apolónia recuperaria a vantagem para Portugal, ao bater o número um do ranking Dimitrij Ovtcharov por 3-1. Seria, no entanto, Marcos Freitas a garantir o título para Portugal, ao derrotar Timo Boll por 3-1.

O presidente da Federação Portuguesa de ténis de mesa, Pedro Moura, destaca a sua satisfação e surpresa, apesar da qualidade dos jogadores portugueses. "É de sonho", sublinha. "O nível dos mesa-tenistas de Portugal permitia sonhar com um momento destes, mas só num dos meus melhores sonhos é que conseguiria ver Portugal organizar  um europeu e acabar desta maneira".