Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

FC Porto continua na Taça da Liga

Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol diz que a utilização dos jogadores do FC Porto não foi irregular.

O FC Porto continuará a disputar a Taça da Liga, já que a Secção Profissional do Conselho Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) julgou improcedente a acusação formulada contra os portistas, pela suposta utilização irregular dos jogadores Fabiano, Seba e Abdoulaye.

O Conselho de Disciplina entendeu que "o artigo 13.º do anexo V do regulamento de competições não se aplicava à Taça da Liga", explicou Álvaro Baptista, membro da Secção Profissional do Conselho e Relator do Processo, à FPF (leia no final do texto o respetivo artigo).

De acordo com o entendimento do Conselho de Disciplina, o regulamento apenas se aplica à liga principal e à liga secundária.

Recorde-se que Fabiano, Seba e Abdoulaye foram utilizados pelo FC Porto e pelo FC Porto B sem respeitar a janela temporal de 72 horas de descanso entre jogos. O trio participou na vitória caseira dos "dragões" sobre o Vitória de Setúbal, por 1-0, na 3ª jornada do Grupo A da terceira fase da Taça da Liga, disputado a 9 de janeiro, que teve início às 17h30, mas, antes, a 6 de janeiro, às 16h - ou seja 71 horas e 45 minutos antes do jogo com o Vitória de Setúbal - o guarda-redes brasileiro, o defesa senegalês e o avançado brasileiro tinham também alinhado pelo FC Porto B diante da Naval 1.º de Maio, na 21ª jornada da II Liga.

Castigos para Cardozo e Matic

Também hoje, o Conselho de Disciplina decidiu aplicar um jogo de castigo aos benfiquistas Óscar Cardozo e a Nemanja Matic, pelas expulsões no encontro da última jornada da liga, diante do Nacional.

ANEXO V do Regulamento de Competições REGULAMENTO DE INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE EQUIPAS "B" NA II LIGA POR CLUBES DA I LIGA Artigo 13.º 1. Qualquer jogador apenas poderá ser utilizado pela equipa principal ou equipa "B", decorridas que sejam 72 horas após o final do jogo em que tenha representado qualquer uma das equipas, contadas entre o final do primeiro jogo e o início do segundo. [...] 3. Para efeitos do presente artigo, considera-se representação a utilização efectiva de um jogador em jogo de qualquer uma das equipas, quer enquanto titular, quer enquanto suplente. REGULAMENTO DISCIPLINAR DA LIGA DE CLUBES Artigo 78.º Inclusão irregular de jogadores 1. O clube que, em jogo oficial, utilize jogadores mediante a sua inclusão na ficha técnica que não estejam em condições regulamentares de o representar será punido: a. No caso de provas por pontos, com as sanções de derrota e de subtracção de pontos a fixar entre o mínimo de dois e o máximo de cinco pontos e, acessoriamente, com a sanção de multa de montante a fixar entre o mínimo de 25 UC e o máximo de 100 UC; b. No caso de provas por eliminatórias, com a sanção de desclassificação e, acessoriamente, a sanção de multa de montante a fixar entre o mínimo de 25 UC e o máximo de 100 UC. Veja o vídeo com a justificação de Álvaro Baptista: