Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Ex-jogador do Tenerife admite suborno

Jesuli, ex-jogador do Tenerife, admitiu ao presidente da Real Sociedad ter recebido dinheiro para perder o jogo. Em causa estava a subida à primeira divisão, entre Málaga e Real Sociedad, na última jornada do campeonato 2007/08.

Pedro Miguel Neves

"Quanto custa? Quer dizer, no teu caso, quanto recebes por deixares-te perder neste jogo? Para saber, eu não tenho experiência nisso e quero saber... quanto custou nós não termos subido [de divisão]?". Começou assim a conversa do presidente da Real Sociedad, Iñaki Badiola, com o ex-jogador do Tenerife Jesuli.



Segundo o jornal "El Mundo", o futebolista confessou ter recebido dinheiro para que o Tenerife perdesse o jogo frente ao Málaga, que decidiu a promoção à primeira divisão da equipa andaluz, em vez da Real Sociedad. "Eu digo-te, sinceramente... não me lembro porque não joguei, mas... foi pouco. E custou-me receber esse dinheiro", diz Jesuli. "Cinco mil, sete mil euros?", questiona o dirigente basco. "Sim, por aí, se não foram sete mil, foram 6 mil euros", revela o futebolista.



Este é o extracto da conversa a que o "El Mundo" teve acesso e que publicou na sua edição de ontem. Contudo, em menos de 24 horas, o 'caso' já deu várias voltas. Jesuli desmente as afirmações perante o presidente da Real Sociedad, por serem "incorrectas e retiradas de uma conversa privada" entre o futebolista e o dirigente, sem que o primeiro tenha dado "consentimento para a gravação da mesma".



Iñaki Badiola veio hoje acusar Juanma, defesa do Tenerife, como organizador das 'cobranças' de dinheiro, algo que todos os futebolistas do clube negam. O Málaga afirma-se conformado com a rectificação de Jesuli, mas admite agora avançar com uma queixa contra o presidente da Real Sociedad.

O jogo da subida

Desde o final da temporada passada que a Real Sociedad tenta demonstrar perante as altas instâncias do futebol espanhol que a subida do Málaga à primeira divisão só foi possível com subornos monetários.



O facto de Jesuli ter afirmado na conversa com o dirigente basco que os jogadores do Tenerife se tinham "vendido", parece dar mais força à tese da Real Sociedad.



Apesar de nem sequer ter sido convocado para o jogo do Tenerife com o Málaga, Jesuli admite ter recebido a verba em questão. "Não posso garantir que os outros tenham recebido, mas se me chegou a mim, suponho que terá chegado a todos, não?", afirma o futebolista.



O jogo em questão remonta a 15 de Junho, quando o Málaga venceu o Tenerife por 2-1, garantindo a promoção à primeira divisão. A Real Sociedad empatou em casa com o Córdoba, terminando o campeonato da segunda divisão com menos quatro pontos que o clube da Andaluzia.



Entretanto, a Real Federação Espanhola de Futebol afirmou publicamente não ter recebido nenhuma denúncia sobre o alegado suborno aos jogadores do Tenerife.



Os próximos tempos poderão trazer novas revelações sobre os alegados subornos e as manobras de bastidores de que tanto se fala nas alturas decisivas dos campeonatos.