Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

"Domingos campeão", pedem adeptos do Sporting

Os adeptos do Sporting cantaram "nós só queremos Domingos campeão" ontem, no jogo de homenagem ao antigo futebolista Iordanov, onde o treinador do Sporting de Braga esteve presente.

O antigo futebolista do Sporting Iordanov ficou sensibilizado quarta feira com o carinho e dos adeptos e recordou o momento que viveu quando subiu à estátua do Marquês de Pombal com o cachecol a festejar o título de futebol. 

"Quando cheguei ao Sporting disse que queria ser campeão, e fui, apesar do título de ter chegado tarde, valeu a pena esperar", lembrou Iordanov, no final do jogo de homenagem realizado no Estádio Alvalade, em Lisboa, recordando os festejos de uma proeza que o clube não vivia há dezoito anos.

O antigo internacional búlgaro diz que saiu do Sporting pela "porta grande", não quis remexer no processo que retardou a sua festa de homenagem e agradeceu aos sócios que sempre estiveram com ele nos momentos mais difíceis da sua vida particular. 

Lá acabou por marcar o golo da vitória do Sporting que "selou" o resultado, depois de inúmeras tentativas e facilidades concedidas: "Não estava fácil marcar, mas se tivesse marcado antes o jogo tinha acabado mais cedo e assim as pessoas puderam festejar mais tempo". 

Mostrou-se satisfeito pela forma como a homenagem decorreu, "uma festa bonita e divertida", que lhe permitiu "rever amigos", com quem jogou durante muitos anos, e os adeptos do Sporting, que "são fantásticos". 

Recordou ainda a final da Taça, que o Sporting conquistou frente ao Marítimo no Jamor, na qual marcou dois golos: "Foi um dos momentos altos da minha carreira no Sporting, mas houve tantos outros. Além disso, eu marquei os golos, mas a equipa jogou muito bem nessa final". 

Domingos surpreendido pelo apoio dos adeptos "leoninos"

O atual treinador do Sporting de Braga, Domingos Paciência, ficou surpreendido pela forma como foi recebido e apoiado pelos adeptos do Sporting que chegaram a gritar "queremos ver o Domingos campeão". 

"É uma reação do momento, há que desfrutá-lo, espero que para a semana seja ainda melhor", disse Domingos, para quem foi "gratificante" participar na festa de Iordanov, pela oportunidade de "rever grandes jogadores da sua geração", dando conta do "orgulho e motivação" com que acedeu a estar em Alvalade. 

O antigo goleador Beto Acosta foi dos mais acarinhados pelos adeptos do Sporting, confessando que chegou a "arrepiar-se" quando ouviu a massa associativa a cantar a canção que entoava nos seus tempos de jogador. 

"O Iordanov merecia esta festa pelo muito que deu ao Sporting", disse Acosta, qualificando os dois anos e meio que passou em Alvalade como "muito lindos" e que culminaram com o título de campeão ao fim de dezoito anos.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.