Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Decisão só em Stamford Bridge

FC Porto e  Chelsea empataram, deixando tudo em aberto para a segunda-mão. Deco marcou mas o barça perdeu em casa.

O segundo dia de "oitavos" na Liga dos Campeões trouxe duas surpresas. O Barcelona, detentor do título, foi derrotado em pleno Camp Nou pelo Liverpool, por 2-1 e o Inter, de Figo, empatou em casa com o Valência, de Miguel e Hugo Viana, a duas bolas.

Na Catalunha, de nada valeu ao Barcelona o golo de Deco, já que Bellamy e Riise deram a vitória ao Liverpool, de Rafa Benitez.

Em Milão, Figo e Miguel foram titulares no empate (2-2) entre Inter e Valência, com Hugo Viana a entrar nos últimos minutos. Os italianos estiveram duas vezes em vantagem, com golos de Cambiasso e Maicon, mas Villa e David Silva conseguiram fixar a igualdade final no marcador.

No Dragão estavam, entretanto, centradas todas as atenções do dia. O FC Porto recebia o Chelsea, de José Mourinho e, desta vez, ao contrário do último confronto, com a continuidade na prova em jogo. O resultado final traduziu bem o que se passou no terreno, com o empate a espelhar bem o empenho e o esforço de ambos os conjuntos.

Magia nos pés do "Harry Potter"

Bölöni chamou-lhe "mustangue", mas foi "harry potter" a alcunha que melhor descreveu Quaresma. O extremo do FC Porto tem, de facto, magia nos pés e voltou a mostrá-lo esta noite, frente ao Chelsea. Que o diga o jovem francês Diarra, de quem Quaresma fez gato-sapato.

Antes do golo de Raúl Meireles, aos 11 minutos, já o extremo tinha deixado sinais de que estava em noite "sim", e fez questão de deixar isso bem claro durante os 90 minutos.

O FC Porto entrou forte, pressionante, e ganhou vantagem à passagem dos 11 minutos, numa altura em que o Chelsea estava reduzido a 10 jogadores, por lesão de Terry.

O jogo começava da melhor maneira, mas os comandados de Jesualdo Ferreira não conseguiram manter a concentração, e foi precisamente de um momento menos lúcido que nasceu o golo do Chelsea, aos 16 minutos. Bosingwa permitiu a antecipação a Ballack, o alemão assistiu Shevchenko e o ucraniano bateu Helton.

Para azar do FC Porto, Ballack e Shevchenko, que têm sido alvo de muitas críticas pelo seu baixo rendimento, apresentaram-se no Dragão ao nível que lhes é reconhecido.

O intervalo surgiu com o empate no marcador, não sem antes Quaresma ter voltado a brilhar. Um grande remate do "7" levava selo de golo, mas a trave impediu os festejos do jovem português. A segunda parte trouxe a confirmação do empate. Ainda assim, Drogba imitou Quaresma, e testou os ferros das balizas do Dragão. Empate, também no número de bolas devolvidas pelos postes.

Decisões dentro de 15 dias

O empate do Dragão deixa tudo em aberto na eliminatória, ainda que, à partida, possa parecer um resultado mais favorável ao Chelsea, que terá a oportunidade de carimbar a passagem aos "quartos" diante do seu público. Mourinho continua, assim, em busca do sonho de levar a Champions para Londres, um feito que, a concretizar-se, seria inédito na história do clube.

As decisões dos oitavos-de-final estão marcadas para os dias 6 e 7 de Março. 

RESULTADOS DE QUARTA-FEIRA

. FC PORTO - Chelsea, 1-1

. Barcelona - Liverpool, 1-2

. Inter de Milão - Valência, 2-2

. Roma - Lyon, 0-0