Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Belenenses e Vitória de Guimarães lutam por regresso ao Jamor

Os vimaranenses nunca conquistaram a Taça de Portugal nas cinco vezes em que chegaram à final

Mário Cruz/Lusa

Belenenses e Vitória de Guimarães encontraram-se por nove vezes na Taça de Portugal, com vantagem para os minhotos, que venceram cinco partidas contra três dos lisboetas.

Belenenses e Vitória de Guimarães começam hoje a discutir um lugar na final da Taça de Portugal de futebol, no encontro da primeira mão das meias-finais, que se disputa no Estádio do Restelo. 

A partida, marcada para as 20h (Sport TV1), colocará frente a frente o 8.º classificado da I Liga de futebol e o líder incontestado da II Liga, que se encontra muito perto do regresso ao escalão maior do futebol português três anos após ter caído de divisão. 

O vencedor desta eliminatória encontrará na final Benfica ou Paços de Ferreira, sendo que os "encarnados" levam vantagem, depois do triunfo na Mata Real (2-0), na primeira mão. 

Os vimaranenses, que nunca conquistaram a prova, procuram chegar ao Jamor pela sexta vez na sua história e dois anos após a última presença, na qual saíram derrotados pelo FC Porto, por 6-2, na final de 2010/11. 

Por outro lado, o Belenenses, vencedor de três troféus, vai querer dar sequência à época de sucesso que vem realizando, tentando a nona final do seu palmarés, a última das quais em 2006/07, quando era treinado por Jorge Jesus e perdeu com o Sporting (1-0). 

Belenenses e Vitória de Guimarães encontraram-se por nove vezes na competição, com vantagem para os minhotos, que venceram cinco partidas, contra três dos lisboetas. No entanto, o mais relevante destes confrontos pendeu para o lado dos "azuis", que bateram os vimaranenses por 2-0, na final de 1941/42, precisamente a primeira ocasião em que os dois históricos se defrontaram na Taça de Portugal.

O Belenenses teve um caminho relativamente tranquilo até esta meia-final, eliminando Vizela (II divisão), Anadia (II), Pedras Rubras (III) e Fabril do Barreiro (III), antes de se deslocar a Arouca, nos "quartos", para defrontar e bater, por 4-1, um dos principais adversários na II Liga. 

Já o Vitória de Guimarães, que começou o percurso com uma goleada por 6-1 ao Vilaverdense (II divisão), teve a partir daí o caminho mais dificultado, defrontando os primodivisionários Vitória de Setúbal, Marítimo e Sporting de Braga, vencendo os dois primeiros nas grandes penalidades e o rival minhoto no prolongamento. 

O segundo jogo está marcado para 17 de abril, no Estádio D. Afonso Henriques, na cidade minhota.

A final da Taça de Portugal está agendada para 26 de maio, no Estádio Nacional, no Jamor.