Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Ao vivo: Benfica volta a conquistar Taça da Liga

Benfica conquista a Taça da Liga pela quarta época consecutiva, ao bater o Gil Vicente, por 2-1. Javier Saviola saiu do banco para resolver o jogo.

- Axel Witsel foi considerado o melhor em campo pela organização.

Final do jogo. O Benfica venceu o Gil Vicente por 2-1, com golos de Rodrigo e Javier Saviola.

90 minutos + 1: Hugo Vieira desmarca-se pela esquerda do ataque do Gil, mas o cruzamento sai para as mãos de Eduardo.

85 minutos: Árbitro Jorge Sousa mostra três cartões amarelos: a Saviola, por simulação, e a Bruno César e a Cláudio, por uma troca de palavras mais acesa.

83 minutos: GOLO do Benfica, marcado por Javier Saviola, que tinha acabado de entrar. Após um lançamento de linha lateral longo de Maxi Pereira, o guardião Adriano defende o primeiro remate de Witsel, mas já não consegue deter o remate do argentino.

81 minutos: Substituição no Benfica. Entra Javier Saviola, sai Rodrigo (antes do golo do Gil Vicente era Javi Garcia que estava pronto para entrar, mas Jorge Jesus mudou de ideias).

80 minutos: Cartão amarelo para Gaitán, por simular um penálti, num lance com Guilherme.

78 minutos: GOLO do Gil Vicente, marcado por Zé Luís, com um remate à meia volta, no meio da área do Benfica.

76 minutos: Substituição no Gil Vicente. Sai Richard, entra João Vilela (jogador que, curiosamente, foi formado no Benfica).

75 minutos: Remate perigoso de Gaitán, pela esquerda, mas Cláudio corta com um carrinho, já dentro da área gilista.

Jorge Jesus pede calma à equipa

Jorge Jesus pede calma à equipa

Paulo Novais/Lusa

- Benfica: 22 ataques; Gil Vicente: 23 ataques

66 minutos: Substituição no Gil Vicente. Entra Guilherme, sai Luis Carlos.

63 minutos: Livre perigoso para o Gil Vicente, descaído para o lado direito do ataque. César Peixoto bate contra a barreira.

61 minutos: Substituição no Benfica. Entra Cardozo, sai Pablo Aimar.

60 minutos: Bruno César repete o cruzamento que deu origem ao primeiro golo do Benfica, mas, desta vez, Rodrigo chega ligeiramente atrasado e não toca na bola, que sai pela linha final.

59 minutos: César Peixoto bate um livre para a área do Benfica e Zé Luís surge a cabecear, mas a bola sai muito ao lado.

55 minutos: Substituição no Gil Vicente. Entra Zé Luís, sai Luís Manuel.

54 minutos: Muito perigo na baliza do Gil Vicente, após remate de Rodrigo. A assistência - desta vez pelo chão - foi novamente de Bruno César, pela esquerda. Defesa da equipa de Barcelos estava distraída.

51 minutos: Excelente movimento de Rodrigo, a fixar os defesas gilistas no meio e a endereçar a bola para o corredor direito, para Maxi Pereira, que decide surpreender e rematar à baliza, apesar de ter pouco ângulo. A bola bate nas malhas laterais.

49 minutos: Primeiro amarelo do jogo para Luís Manuel. O gilista puxou Pablo Aimar quando o argentino já fugia para a área.

2ª Parte: Recomeça a partida em Coimbra.

- Substituição no Benfica: entra Nico Gaitán, sai Nélson Oliveira.

Intervalo. O Benfica vence o Gil Vicente por 1-0, com um golo marcado por Rodrigo, aos 30 minutos.

Os festejos de Rodrigo após o golo

Os festejos de Rodrigo após o golo

Paulo Novais/Lusa

- Benfica com 65% de posse de bola; Gil Vicente com 35%

40 minutos: O guardião do Gil Vicente, Adriano, não quis ficar atrás de Eduardo e também fez uma grande defesa a um remate de Axel Witsel, à entrada da área gilista.

Witsel esteve perto do golo

Witsel esteve perto do golo

Paulo Novais/Lusa

39 minutos: Excelente defesa de Eduardo a remate forte de Júnior Caiçara, que ultrapassou Maxi Pereira pelo lado esquerdo do ataque gilista e teve todo o tempo do mundo para rematar, já que Jardel demorou a fazer-se à bola.

- A "nata" do futebol português marca presença em Coimbra, na bancada. Paulo Bento, selecionador nacional, Mário Figueiredo, presidente da Liga, Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, Gilberto Madaíl, ex-presidente da FPF, e os líderes dos clubes que disputam a final: Luís Filipe Vieira, do Benfica, e António Fiúza, do Gil Vicente.

Pablo Aimar começou bem a partida

Pablo Aimar começou bem a partida

Paulo Duarte/AP

30 minutos: GOLO do Benfica. Grande jogada de Bruno César pela esquerda e cruzamento milimétrico - nas costas da linha da defesa, entre os defesas e o guarda-redes - para a entrada de Rodrigo, ao segundo poste, só para encostar. Benfica 1-0 Gil Vicente

28 minutos: Calafrio agora na área do Benfica, com Eduardo a largar uma bola que parecia controlada. Passou o perigo.

- Veja a fotografia publicada no Twitter por @pedroaniceto:

Final entre Benfica e Gil Vicente

Final entre Benfica e Gil Vicente

DR

22 minutos: O Gil Vicente defende com um bloco baixo e procura surpreender o Benfica com transições rápidas para o ataque, para já.

17 minutos: Benfica com mais posse de bola, mas inconsequente. Maxi Pereira, a dar profundidade no corredor direito, vai animando o ataque "encarnado".

15 minutos: Remate muito perigoso de César Peixoto à baliza do Benfica.

12 minutos: Grande passe de Nélson Oliveira, de costas para a baliza, a pedir a (habitual) entrada de rompante de Maxi Pereira na área. Defesa do guardião Adriano Facchini ao remate do defesa uruguaio, hoje a usar a braçadeira de capitão, dada a ausência de Luisão.

11 minutos: Jardel (que entrou mal na partida) faz falta no meio-campo "encarnado" sobre Hugo Vieira. Livre foi batido pelo ex-benfiquista César Peixoto, para as mãos de Eduardo.

8 minutos: A maioria da construção ofensiva do Benfica passa pelos pés (e pela cabeça) de Pablo Aimar, que já espalha magia em campo. Remate de Rodrigo muito ao lado.

5 minutos: Nélson Oliveira cai na área do Gil Vicente mas não há falta. Rodrigo Galo corta a bola, em carrinho, de forma impecável.

1 minuto: Começou a partida, com o Benfica a sair a jogar.

20h38: Decorre a cerimónia de abertura da final, com várias dançarinas e dançarinos no relvado. Veja a fotografia publicada no Twitter por @rodolfodias, no local.

Cerimónia de abertura no Estádio Cidade de Coimbra

Cerimónia de abertura no Estádio Cidade de Coimbra

DR

20h35: O árbitro da partida é Jorge Sousa, da AF Porto. Os assistentes são Pedro Garcia e Paulo Soares, e o quarto árbitro é Rui Costa.

20h20: Já há onzes oficiais.

- Benfica: Eduardo, Maxi Pereira, Garay, Jardel, Capdevila, Bruno César, Pablo Aimar, Matic, Witsel, Nélson Oliveira e Rodrigo. Suplentes: Artur, Emerson, Javi Garcia, Nolito, Gaitán, Cardozo e Saviola.

- Gil Vicente: Adriano Facchini, Rodrigo Galo, Cláudio, Halisson, Júnior Caiçara, André Cunha, César Peixoto, Luís Manuel, Luis Carlos, Hugo Vieira e Richard. Suplentes: Jorge Baptista, Paulão, Éder, Guilherme, João Vilela, Tó Barbosa

19h50: A comitiva do Gil Vicente subiu ao relvado do Estádio Cidade de Coimbra, ao contrário dos "encarnados", que não saíram do balneário.

19h30: Ambas as equipas já chegaram ao Estádio Cidade de Coimbra, onde o jogo se iniciará às 20h45 (transmissão SIC). Primeiro chegou o autocarro do Gil Vicente e, logo depois, o do Benfica. Veja a fotografia publicada no Twitter por um adepto no local.

Autocarro do Benfica a chegar ao estádio

Autocarro do Benfica a chegar ao estádio

DR

Declarações dos intervenientes, ontem, na conferência de imprensa de antevisão da final:
Jorge Jesus

Jorge Jesus

Paulo Novais/Lusa

- Jorge Jesus:"Este troféu é importante vencermos, pois é o primeiro a definir-se na nossa calendarização, mas não é o facto de vencermos o jogo que salvamos época nenhuma."

"Não há vencedores antecipados, nem equipas mais fortes e tudo pode acontecer". A equipa do Benfica vem com a responsabilidade de querer ganhar mais uma vez esta final, porque acha que é importante, respeitando o adversário que tem as suas qualidades e as mesmas possibilidades."

"Na nossa mente temos, este ano, quatro competições. Numa conseguimos atingir os nossos objetivos, tanto desportivos como financeiros, que foi a Liga dos Campeões. Estamos na final da Taça da Liga, que queremos vencer, fomos arredados da Taça de Portugal e ainda temos uma palavra a dizer no campeonato."

- Paulo Alves, treinador do Gil Vicente:

Paulo Alves

Paulo Alves

Paulo Novais/Lusa

"Não sei se vamos atacar mais pela direita ou pela esquerda, mas vamos fazer tudo para ganhar e, por isso, espero que seja um bom jogo e uma festa do futebol."

"Gil Vicente não vai temer o quer que seja, jogando de forma atrevida e séria, acreditando que é possível ganhar."

"Temos marcado sempre ao Benfica e amanhã [sábado] esperamos marcar novamente e temos de o fazer se queremos ganhar [...] com princípios bem definidos, com consistência e uma capacidade de sofrimento muito grande".

[A possibilidade de vencer pela primeira vez nesta época o Benfica pode] "funcionar como um desafio", vencer o "dono desta taça".

- Números: Em 5 edições da Taça da Liga, o Benfica só não esteve na primeira final. Conquistou o troféu nas últimas três épocas, frente a Sporting, FC Porto e Paços de Ferreira.

O Gil Vicente vai disputar a sua primeira final, depois de um percurso surpreendente, ao ter eliminado o Sporting de Braga (e de até ter vencido em Alvalade na fase de grupos).

Benfica e Gil Vicente já se encontraram em jogos oficiais por 33 vezes, com claro ascendente para os "encarnados": 22 vitórias contra apenas quatro da formação gilista. As duas equipas vão defrontar-se pela terceira vez esta época, com saldo positivo para o Benfica, que venceu um jogo e empatou outro para a Liga, com a equipa de Barcelos a marcar nas duas partidas.

Benfica e Gil Vicente disputam final da Taça da Liga 2011/2012

Benfica e Gil Vicente disputam final da Taça da Liga 2011/2012

Paulo Novais/Lusa