Siga-nos

Perfil

Expresso

Cinema

"O gebo e a sombra": obra-prima

Estreia mundial do filme de Manoel de Oliveira foi ontem em Veneza. E classificada de obra-prima. O realizador é esperado hoje em Paris.

Jorge Leitão Ramos, enviado a Veneza (www.expresso.pt)

"Oliveira não faz filmes pela fama ou pelo dinheiro, faz filmes porque tem coisas para dizer - e eu admiro isso", disse ao Expresso o ator francês Michael Lonsdale, protagonista da mais recente obra de Manoel de Oliveira ontem apresentada no Festival de Veneza em estreia mundial. Recebida, nada mais nada menos, que com o labéu de obra-prima, "O Gebo e a Sombra" teve na passadeira vermelha uma comitiva formada por Lonsdale, Claudia Cardinale, Luís Miguel Cintra e os produtores português e francês.

Oliveira não esteve presente dada a fragilidade do seu estado de saúde, mas é esperado hoje em Paris onde o filme vai ter antestreia na Cinemateca Francesa, prelúdio para um Outono parisiense onde a obra do centenário realizador português vai estar em retrospetiva integral. A estreia portuguesa nas salas está marcada para 27 de Setembro.