Siga-nos

Perfil

Expresso

Livros

Livro: Jorge Sampaio, um homem "contra a corrente"

As livrarias preparam-se para receber o 1.º volume da biografia de Jorge Sampaio. Uma obra para recordar também uma parte significativa da história política recente de Portugal. Saiba já 32 factos desconhecidos da vida do antigo Presidente da República.

A biografia de Jorge Sampaio conta o percurso de alguém que, dito pelo próprio, foi "sempre um pouco contra a corrente". Um político cuja vida nos permite acompanhar várias décadas da história nacional, recordando vários dos seus episódios-chave, muitos dos quais vividos ativamente pelo próprio.

"Jorge Sampaio - Uma Biografia, História de Uma Geração", uma obra escrita por José Pedro Castanheira, é o resultado de cinco anos de pesquisa do jornalista de Expresso, que teve acesso ilimitado aos arquivos do antigo Presidente da República. Este primeiro volume termina no anúncio, em 1989, da candidatura de Sampaio à Câmara de Lisboa, abrindo o apetite para o próximo livro e revelando alguns factos até agora desconhecidos.

Menino Jorge Sampaio (ou George, como a mãe o tratava) aos 3 anos, com a farda do Queen Elizabeth Kindergarden and Junior School
1 / 12

Menino Jorge Sampaio (ou George, como a mãe o tratava) aos 3 anos, com a farda do Queen Elizabeth Kindergarden and Junior School

Sampaio e o seu irmão Daniel, com o primo Filipe Duarte santos e com a avó materna, Sarah, em 1950, na casa de sintra
2 / 12

Sampaio e o seu irmão Daniel, com o primo Filipe Duarte santos e com a avó materna, Sarah, em 1950, na casa de sintra

Exibindo barba, quando andavano 4.º ano da faculdade de direito…
3 / 12

Exibindo barba, quando andavano 4.º ano da faculdade de direito…

A fumar, um hábito que só deixou quando chegou a belém
4 / 12

A fumar, um hábito que só deixou quando chegou a belém

Durante a crise académica de 62
5 / 12

Durante a crise académica de 62

Com maria José Ritta, que conheceu em 73 e com quem se casou no ano seguinte
6 / 12

Com maria José Ritta, que conheceu em 73 e com quem se casou no ano seguinte

A única foto de Sampaio com toga de advogado
7 / 12

A única foto de Sampaio com toga de advogado

A fumar cachimbo no seu escritório (Sampaio especializou-se em propriedade industrial)
8 / 12

A fumar cachimbo no seu escritório (Sampaio especializou-se em propriedade industrial)

Com Pereira de Moura, Zenha e Francisco Sousa Tavares (e o filho Miguel) na prisão de caxias para libertar os presos políticos após o 25 de abril
9 / 12

Com Pereira de Moura, Zenha e Francisco Sousa Tavares (e o filho Miguel) na prisão de caxias para libertar os presos políticos após o 25 de abril

No dia do incêndio do chiado
10 / 12

No dia do incêndio do chiado

A sua eleição para secretário geral do PS, sucedendo a Constâncio
11 / 12

A sua eleição para secretário geral do PS, sucedendo a Constâncio

Câmara a capa de “O Independente” quando Sampaio decidiu lançar a candidatura à câmara da capital
12 / 12

Câmara a capa de “O Independente” quando Sampaio decidiu lançar a candidatura à câmara da capital

Alcunha. Por causa das sardas e do cabelo ruivo, na escola era conhecido por "Cenoura"

Nome. O avô paterno de Jorge Sampaio, fruto de uma tradição galega, ficou com o nome da mãe e não o do pai como último apelido; se assim não tivesse sido, o Presidente da República ter-se-ia chamado Jorge Carvalho e não Jorge Sampaio

Avô. Fernando Branco, avô de Jorge Sampaio, foi ministro dos Negócios Estrangeiros no início do século XX, pela mão de Manuel Teixeira Gomes

Educação. Mariana Rey Monteiro, que viria a ser uma das mais importantes atrizes portuguesas do século XX, foi educadora de infância de Jorge Sampaio

Chumbo. Terminada a instrução primária, os pais decidem colocá-lo no Colégio Militar, mas Jorge falha nos exames e acaba por ir parar ao Liceu Pedro Nunes

Eleições. Da primeira vez que foi a votos, em 1961, para a presidência da Associação de Estudantes da Faculdade de Direito de Lisboa, Jorge Sampaio venceu... por um voto

Churchill. Aos 13 anos, Sampaio fica impressionado quando assiste no Parlamento britânico a um debate em que intervem Winston Churchill

Nota - José Hermano Saraiva deu a Jorge Sampaio a pior nota que ele teve no liceu, na disciplina de... Organização Política

Faculdade. Jorge entrou em Direito depois de ter tido 11 valores no exame de aptidão; no primeiro ano do curso, chumba a duas cadeiras

Nota - Termina o curso com média de 12 valores

Greve. Quando lidera a decisiva revolta estudantil de Lisboa, em 1962, Jorge Sampaio já não era aluno, pois tinha terminado o seu curso no ano anterior

MAR. Sigla do Movimento de Ação Revolucionário, de esquerda radical, criado por Jorge Sampaio, João Cravinho e outros, ainda antes do 25 de abril; "Eu era incapaz de pôr uma bomba", confessa ele

Dívida. A certa altura, quando ainda eram jovens, Jorge Sampaio deu a Vasco Pulido Valente, em manifestas dificuldades financeiras, três mil escudos; a dívida nunca foi paga na totalidade

Cadernos. Sampaio toma nota de tudo o que se passa na sua vida política, tem cadernos com dezenas de anos de anotações e imensos documentos

Otelo. Nas primeiras eleições presidenciais, em 1976, votou em Otelo Saraiva de Carvalho; a primeira vez que revelou tal facto, em 1995, na campanha presidencial, provocou a ira do seu diretor de campanha, António Costa

MES. O Movimento de Esquerda Socialista nasce na primeira semana da democracia; Vítor Wengorovius é um dos companheiros de luta de Jorge Sampaio desde a universidade e "é o pai do nome"; Sampaio torna-se um ex-MES logo no primeiro congresso do movimento

Maioria silenciosa. Jorge Sampaio participou nas barricadas à volta de Lisboa destinadas a impedir a presença na 'manif' spinolista de 1974; "Fizemos muitas asneiras", reconhece agora; o famoso embaixador dos EUA em Portugal no PREC, Frank Carlucci, definiu Sampaio como um "tagarela"

Filhos. Vera nasce em 1977 e André três anos mais tarde; Jorge Sampaio não teve filhos do primeiro casamento

25 de abril, sempre. Lembra-se deste slogan do período pós revolucionário? Sabe quem o criou? Pois, foi Sampaio em 1977, no primeiro aniversário da Constituição

António Simões. Jorge Sampaio foi advogado da velha glória de futebol do Benfica e da seleção nacional, que esteve para ser contratado para o rival Sporting, precisamente o clube do coração de Sampaio

Beja. É no mediático processo de Beja que, a convite de Mário Soares, Jorge Sampaio se estreia como advogado de penal na defesa de presos políticos; brilha de tal forma que Soares o chama de Jorge Mason Sampaio

CDE. Em 1969 candidata-se nas listas da oposição democrática nas eleições legislativas, as primeiras da Primavera Marcelista

Separação. O seu primeiro casamento, com Karin Dias, durou quatro anos e terminou em 1971

Sporting. Depois de já ter sido sócio nos anos 50, em 1973 volta a filiar-se; fica com o número 39.157

Mulher. É em setembro de 1973 que conhece Maria José Ritta, com quem ainda hoje é casado

PS. Foi sondado para fundador do PS mas recusou; só entrou no partido em 1978

Jornalista. Em 1973, a convite do Expresso, veste a pele de jornalista e vai em reportagem para a sede da ANP, sucessora da União Nacional

25 de abril. Na preparação do golpe faz um croquis detalhado da prisão de Caxias para Otelo; conhecia bem o local como advogado de presos políticos antes do 25 de abril

25 de abril II. Um dos mitos urbanos em torno de Jorge Sampaio, muitas vezes usado para mostrar como é bem comportado, é o de que não saiu à rua no dia da Revolução dos Cravos; a história é só meio verdadeira: quando sabe da revolução, sai de casa, durante a manhã, mas depois de ouvir as recomendações dos militares regressa a casa e não assiste ao desenrolar dos acontecimentos no centro de Lisboa

TV. Estreia-se na RTP, única televisão da época, a 30 de abril de 1974, ao mesmo tempo que Francisco Pinto Balsemão

Governo. Apesar da sua longa carreira política, foi escassa a sua experiência governativa, limitando-se a uma passagem de meses pela Secretaria de Estado da Cooperação do IV Governo Provisório, tendo Melo Antunes como seu ministro; foi convidado para os Executivos seguintes, mas recusou integrá-los.

Futebol. Jorge Sampaio adorava jogar; a sua posição era de defesa-esquerdo, obviamente; mais tarde trocaria o futebol pelo golfe

Artigos. Durante o Estado Novo, escreveu para as duas revistas de oposição mais importantes: "O Tempo e o Modo" e "Seara Nova"

Advogado. Fez o estágio entre 1961 e 1963; ganhou seis contos no primeiro ano e sessenta no segundo; tornou-se especialista em propriedade industrial

Páginas: 1064

Ano: 2012

Editor: Edições Nelson de Matos e Porto Editora

Preço: 24,90€

ISBN: 978-972-0-04418-1