Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Poema inédito de Sophia declamado pela própria na nova edição de "Dizem os poetas..."

Sophia de Mello Breyer foi presidente do Centro Nacional de Cultura em 1965, depois da sede da Sociedade Portuguesa de Escritores ter sido vandalizada

António Pedro Ferreira

Além do poema "Príncipe Estranho", que é inédito, na voz de Sophia estão também registados os poemas "Pedido", "Cante Jondo", "Assassinato de Simonetta Vespucci", "O Dia" "os Pássaros", "Primeiro Homem", "Marinheiro sem Mar" e "Navio Naufragado"

O poema "Príncipe Estranho", de Sophia de Mello Breyner Andresen, até hoje inédito, é editado pela primeira vez no âmbito da coleção de CD "Dizem os poetas...", que reúne a poetisa e o escritor Jorge Sena, neste quinto volume.

A atual série "Dizem os poetas...", iniciada em março último, recupera a coleção "A Voz e o Texto", dedicada à poesia, destacando a coleção "...Diz Poemas da Sua Autoria", editada entre 1959 e 1975, pela Valentim de Carvalho (VC). Neste novo projeto, a VC decidiu "atualizar a voz dos poetas nas vozes de alguns dos 'dizedores' mais expressivos de hoje, como Ana Brandão, Carla Bolito, Isabel Abreu, Miguel Loureiro, Pedro Lamares, Rui Portulez, Rui Spranger e Susana Menezes", segundo a apresentação da discográfica.

"Optámos por publicar os poemas fixados pelos poetas nas suas edições de referência, e seguir as declamações dos poetas nas atualizações feitas pelos 'dizedores'", segundo se lê na mesma nota. Neste quinto volume, é dado à estampa o poema "Príncipe Estranho", de Sophia de Melo Breyner Andresen (1919-2004), publicado no 'booklet' que acompanha o CD e dito pela voz da sua autora.

Na voz de Sophia estão também registados os poemas "Pedido", "Cante Jondo", "Assassinato de Simonetta Vespucci", "O Dia" "os Pássaros", "Primeiro Homem", "Marinheiro sem Mar" e "Navio Naufragado".

Jorge de Sena (1919-1978) diz os Sonetos VII e XXI, de "As Evidências", e o último, de "Quatro Sonetos a Afrodite Anadiómena", assim como os poemas "Quem a Tem", "De Passarem Aves", "Uma Pequenina Luz", "Carta a Meus Filhos sobre 'os Fuzliamentos de Goya'", "O Balouço de Fragonard" e "A Piaf".

O CD "Sophia de Melo Breyner Andresen & Jorge de Sena", que chega esta sexta-feira ao mercado, é apresentado na próxima terça-feira, às 22:00, na Loja do Povo, ao Cais de Sodré, em Lisboa, numa sessão em que participam Ana Maria Pereirinha, Manuel San Payo, Raquel Serejo Martins e Ricardo Figueiredo de Carvalho, acompanhado por Luís Bastos (clarinete e guitarra acústica).

Este CD conta com a participação dos 'dizedores' Isabel Abreu, Carla Bolito, Ana Brandão, Miguel Loureiro, Pedro Lamares, Susana Menezes, Rui Spranger e Rui Portulez, que coordena a série. O disco inaugural desta série foi de David Mourão-Ferreira e, este mês, foi já editado o álbum que reúne Mário Cesariny e Graça Lobo.

Da série original fazem parte os poetas Alexandre O'Neill, José Carlos Ary dos Santos, Natália Correia e António Gedeão, entre outros, que irão "ser sucessivamente reeditados", segundo Portulez.