Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

“O Silêncio” para homenagear António Loja Neves

Jornalista do Expresso falecido em maio foi uma figura maior do meio cinematográfico lusófono. Cinemateca irá exibir em setembro o seu documentário numa sessão de homenagem

A Cinemateca vai homenagear António Loja Neves - jornalista do Expresso, escritor e realizador, falecido no dia 27 de maio deste ano - com a exibição de um dos seus documentário "O Silêncio", obra de sua autoria e correalizada com José Manuel Alves Pereira, que estará presente.

O documentário conta a história dos dias de sofrimento numa aldeia do distrito de Chaves após a vitória franquista em Espanha. António Loja Neves foi uma figura com um percurso marcante no meio cinematográfico lusófono, como crítico e através da sua ligação a festivais, ao movimento dos cineclubes e à divulgação do cinema em língua portuguesa.

"O Silêncio" retrata as história que o regime de Salazar quis esconder e a que memória perdeu. Os depoimentos recolhidos para o documentário permitem retratar a vida em Cambedo do Raia, junto à Galiza. Após a vitória franquista, a localidade foi cercada pela Guardia Civil espanhola, pelo Exército, a PIDE e a GNR, num episódio de violência que poucos conhecem.

A sessão, dedicada à memória de Loja Neves, decorrerá no dia 7 de setembro (uma sexta-feira), pelas 21h30, na Sala M. Félix Ribeiro, na Cinemateca, em Lisboa.