Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Histórias paralelas de “Stranger Things” serão contadas em série literária

Millie Bobby Brown interpreta Eleven na série de televisão “Stranger Things”

A criação televisiva dos irmãos Duffer vai dar origem a uma série de livros de Gwenda Bond, onde serão contadas histórias até agora desconhecidas. A mãe de Eleven é a protagonista do primeiro volume

O sucesso de “Stranger Things” no serviço de streaming Netflix levou os responsáveis pela produção a garantirem novas temporadas da série nos próximos anos, mas não é isso que agora está em causa. A criação televisiva dos irmãos Duffer terá também uma vida literária, com chancela da Penguin Random House, e a temática dos primeiros volumes já é conhecida.

Na coleção de livros, assinada por Gwenda Bond – responsável por uma série de histórias centradas na personagem Lois Lane de “Super-Homem” –, será dado a conhecer o passado de algumas personagens ao mesmo tempo que novas serão introduzidas. Por enquanto, e de acordo com as informações recolhidas pelo “Deadline”, sabe-se que a história da mãe de Eleven (interpretada na série por Millie Bobby Brown) e da sua entrada no programa MKUltra estarão entre as temáticas abordadas.

Com chegada às lojas esperada para o início do próximo ano, o primeiro volume seguirá Terry Ives na sua entrada no MKUltra sob supervisão do Dr. Martin Brenner, onde novas informações sobre a progenitora de Eleven serão reveladas. Segundo Gwenda Bond, a autora, esta será uma oportunidade de se conhecer a personagem e de a compreender “de uma forma completamente nova”. O livro, editado pela Penguin Random House, será vendido com uma banda sonora dedicada e composta por temas que remetem para os anos 1960 e 1970.

Ainda antes da chegada às livrarias dos novos romances estarão disponíveis outros dois livros, já no outono. O primeiro, destinado aos mais novos, contará com “conselhos, saberes e conselhos do mundo de 'Stranger Things'”, ao passo que o segundo será um volume sobre os bastidores da série, que já conta com duas temporadas e que terá uma terceira no próximo ano.

DOS ECRÃS PARA OS LIVROS

Esta não é a primeira vez que a Penguin Random House aposta em séries literárias criadas a partir de franchisings televisivos ou cinematográficos. A editora é também responsável por livros de “Star Wars” e está a trabalhar com os responsáveis da Lucasfilm e da Disney para novas histórias – a criar a partir dos novos filmes e videojogos.

Quanto à aposta em “Stranger Things”, está a ser vista como uma forma de explorar partes da narrativa que não voltarão a ser abordadas na série (e que serão reexaminadas nos livros), numa altura em que o fim da produção televisiva ainda está em aberto. Após o fim desta, será uma oportunidade de levar os fãs a manterem-se em contacto com o universo de Matt Duffer e Ross Duffer.