Siga-nos

Perfil

Expresso

  • Antes pelo contrário

    Daniel Oliveira

    A repressão da dimensão sexual das vidas dos padres e freiras é uma violência inaudita que só pode formar indivíduos amputados de uma dimensão central da natureza humana, frustrados na sua realização enquanto homens e mulheres e com natural propensão para desenvolver distúrbios comportamentais. Se não se quer afogar num mar de escândalos e vergonhas, o Vaticano terá de deixar aqueles que servem a Igreja serem pessoas realizadas e felizes

  • Antes pelo contrário

    Daniel Oliveira

    A política é uma arte performativa, cheia de regras, códigos e mensagens visuais. Num país em que o poder ostenta uma grande formalidade e em que há ressentimentos com a ex-potência colonial, a imagem de um comportamento displicente é a mais insultuosa de todas

  • Antes pelo contrário

    Daniel Oliveira

    Para castigar um país por décimas do défice não são precisas as unanimidades e os formalismos necessários para as sanções a Viktor Orbán. O que são milícias na rua de Budapeste ao pé de uma dívida que fique por pagar ao Deutsche Bank? Nesta União, é mais fácil impor uma privatização ou uma reforma da lei do trabalho do que garantir a separação de poderes e a liberdade de imprensa

  • Antes pelo contrário

    Daniel Oliveira

    O apoio aos passes sociais de quem vive nas periferias de Lisboa e do Porto é um apoio aos mais pobres. Gastam três horas por dia a chegar e ir para o trabalho e são obrigados a despender uma parte muito substancial dos seus magros rendimentos para se deslocarem todos os dias. O país tem para com eles o mesmo dever de solidariedade que tem para com que quem vive em zonas de difícil acesso

  • Antes pelo contrário

    Daniel Oliveira

    A publicação do texto do NYT revela uma dupla falência da democracia norte-americana: falência dos pesos e contrapesos, que foram substituídos por funcionários não eleitos que escolhem as medidas que o presidente eleito leva e não leva à prática; e a falência da comunicação social, que aceitou o regime de exceção e deixou de cumprir as regras mínimas do jornalismo, publicando textos de opinião anónimos no lugar de trabalhos jornalísticos