Siga-nos

Perfil

Expresso

Jornal Nordeste

EN 308: um momento "histórico"

"Acto histórico". Foi desta forma que o presidente da Junta de Freguesia do Parâmio, José Afonso, se referiu à cerimónia de assinatura da contratação da empreitada de beneficiação da Estrada N

Jornal Nordeste/Sandra Canteiro

acional (EN) 308, que liga Bragança a Dine, no concelho de Bragança.

"Esta via tem mais de meio século e nunca tinha sido requalificada, pelo que este é um dia histórico para estas freguesias e aldeias, pois deixará de ser um perigo e preocupação para quem a utiliza", justificou o autarca.

Na óptica de José Afonso, a empreitada vai beneficiar as populações dos concelhos de Bragança e Vinhais e, também, "espanhóis que utilizam as nova acessibilidade a partir da localidade de Fontes do Transbaceiro", recordou.

Já o presidente da Câmara Municipal de Vinhais, Américo Pereira, avançou que a requalificação da EN 308 é uma forma de extinguir algumas das desigualdades no País.

"Se as acessibilidades não forem melhoradas, as populações do Interior ficam desfavorecidas relativamente às que vivem no Litoral", sublinhou o edil.

Uma ideia corroborada pelo presidente da Câmara Municipal de Bragança, Jorge Nunes, que defendeu que esta obra é importante tanto para a região como para o resto do País.

"Este é o distrito onde se impunha um investimento avultado em acessibilidades, pois as estradas garantem coesão territorial", acrescentou o autarca.

Secretário de Estado sublinhou importância da empreitada

Orçada em, "apenas", 2,2 milhões de euros, a requalificação da EN 308 é, para o secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, sublinhou que "apesar de não ser utilizada diariamente por milhares de pessoas, é uma empreitada que vai assegurar mais conforto e segurança para os habitantes de inúmeras freguesias", adiantou.

O governante destacou, ainda, que "esta estrada é uma homenagem aos que a souberam defender e organizar para darem visibilidade às necessidades", referindo-se ao esforço desenvolvido pelo Movimento de Utentes da EN 308 no último ano.

Já o representante deste grupo de cidadãos e autarcas abrangidos pela via, Carlos Fernandes, mostrou-se contente com a adjudicação da empreitada.

"Era isto que eu queria", revelou, acrescentando que, "o objectivo ainda não está totalmente conseguido, pois o Governo terá que assumir a construção das pontes e alargamento da estrada".

Recorde-se que a requalificação, cuja conclusão está prevista para Março de 2011, tem uma extensão de 26 quilómetros e beneficiará cerca de 35 mil automobilistas.

Mais informações aqui.