Siga-nos

Perfil

Expresso

Jornal do Algarve

Holandeses preparam-se para revolucionar turismo no interior

Um empreendimento turístico que respira na totalidade o ambiente que o rodeia e aposta na auto-sustentabilidade com recurso a energias renováveis e a produção de produtos próprios vai nascer em São Brás de Alportel. Herdade Pêro de Amigos é o nome do projeto ,da responsabilidade de investidores holandeses, que irá ser construído naquele concelho e promete criar uma relação forte com os são-brasenses a vários níveis

Sofia Cavaco Silva

São Brás de Alportel foi o local escolhido por promotores holandeses para construir um projeto turístico que promete revolucionar a área do turismo de natureza com novos conceitos onde o ambiente e a tecnologia são "unha e carne".  Trata-se de um projeto ambicioso que será implantado numa área com 300 hectares, onde serão erguidos espaços como por exemplo: um hotel de luxo, um hotel direcionado para a reabilitação física com spa, área residencial, um centro hípico com capacidade para acolher provas internacionais, restaurantes com conceitos inovadores e área ecológica.Estas são algumas das valências contempladas por este projeto que deverá ter uma primeira fase concluída entre 2012 e 2013 e que só deverá estar completamente concluído entre 2016 e 2020. Os promotores não deixaram nada ao acaso e todo o projeto foi construído com base em estudos vários.O empreendimento será apresentado publicamente no próximo mês mas o JA pode avançar que este empreendimento assenta as suas bases na auto-sustentabilidade em termos energéticos e tem uma vertente ecológica muito importante.O conceito foi definido para dar resposta a clientes sobretudo do norte da Europa da geração do babyboom. Por isso mesmo, as residências deste empreendimento irão estar apetrechadas com sistemas de domótica que permitirão entre outras coisas a realização de consultas médicas por via informática.A tecnologia será utilizada para garantir a segurança na propriedade sem que sejam necessárias vedações. Uma aposta que os promotores consideram importante quando se quer dar a sensação de total comunhão com a natureza aos seus clientes.Fazer um trabalho num portátil debaixo de um sobreiro é uma das imagens que poderão ser comuns dentro deste complexo. Ao mesmo tempo, os promotores pretendem apostar na formação de profissionais dentro do concelho como forma de dar início a uma relação saudável com os são-brasenses. De acordo com os promotores pretende-se criar um relacionamento forte entre este projeto e o concelho em diversas vertentes como por exemplo na área cultural.