Siga-nos

Perfil

Expresso

Gazeta das Caldas

SA Marionetas de Alcobaça distinguida em festival mundial

A alcobacense S.A.Marionetas - Teatro & Bonecos esteve em Praga, na República Checa, para participar no 14º World Festival of Puppet Art, que decorreu entre 31 de Maio e 5 de Junho. E não bastasse a possibilidade de participar naquele que é considerado um dos mais importantes festivais de marionetas do mundo, a companhia regressou a Alcobaça com o Prémio Especial do Júri "Preservação e continuidade da tradição da marioneta europeia de rua" com a peça "D. Roberto".

Gazeta das Caldas / Joana Fialho

"É sempre um privilégio ser seleccionado para participar neste festival e melhor ainda é ver o nosso esforço de preservação e divulgação do teatro de marionetas reconhecido", afirmou ao nosso jornal José Gil, da companhia. No decorrer do festival, organizado pela World Association of Puppeteers, o espectáculo "D. Roberto" foi ainda um dos três nomeados para o Prémio de Melhor Manipulação, ganho pela companhia coreana Hyundai Puppet Theatre.

Com "D. Roberto" a S.A.Marionetas recupera uma das mais antigas tradições das artes cénicas, remontando, na Europa, à Commedia dell' Arte italiana do século XVI - o teatro de robertos. Com grande êxito até aos anos 60, o teatro de robertos português sobrevive hoje pelo legado deixado por importantes mestres bonecreiros.

A companhia alcobacense baseou-se no testemunho do Mestre António Dias, um dos últimos fantocheiros populares portugueses e recriou as peças "O Barbeiro" e "A Tourada". A estas juntar-se-ia "A Rosa e os 3 Namorados" e "O Castelo dos Fantamas", mais duas peças do repertório nacional do teatro de robertos e que hoje compõem o espectáculo "D. Roberto", com a qual os marionetistas de Alcobaça pretendem "não deixar desaparecer o teatro de robertos, enquanto herança cultural portuguesa".

Satisfeito com a distinção recebida em Praga, José Gil salienta ainda a importância de a S.A.Marionetas ter sido convidada para apresentar um projecto de maior dimensão na edição do próximo ano do festival mundial. "É rara a companhia que repete a sua passagem por este festival", garante o marionetista.

Este ano a S.A.Marionetas juntou-se, no festival, a companhias de mais de 30 países da Europa e da Ásia.