Siga-nos

Perfil

Expresso

Gazeta das Caldas

Jovens empreendedores mostraram projectos inovadores nas Caldas da Rainha

Um candeeiro reciclável que fornece luzes de várias tonalidades com o objectivo de iluminar o quarto dos bebés, acalmando-os, deu a Carolina Santos, que frequenta o 5º ano na EBI de Santa Catarina, o prémio "O meu primeiro cêntimo". O negócio, denominado "Cintilante" foi um dos escolhidos pelo júri, no passado dia 22 de Maio, na quarta edição da Academia de Empreendedores da Região Oeste, realizado pela AIRO e a Câmara das Caldas.

Gazeta das Caldas - Fátima Ferreira

Ao nível do terceiro ciclo o vencedor de "O meu primeiro euro" foi Pedro Santos, que frequenta o 8º ano do Colégio Frei S. Cristóvão, com a criação de um ginásio eco-eficiente. O projecto consiste na concepção de um ginásio que permita a incorporação de um sistema que capte a energia transferida pelos equipamentos e a transforme em energia útil para o próprio edifício.O prémio "O meu primeira milhão", destinado aos alunos do ensino secundário, distinguiu Filipa Jorge, Filipa Paulo, Filipa Franco, Joana Pinho e Luís Ribeiro, finalistas na Escola Secundária Raul Proença, que criaram o S.N.I.F.F. Trata-se de uma fragrância personalizada, criada consoante a personalidade do cliente. A personalização passa não só pelo perfume, mas também pela criação de frascos e do logótipo.   

Este ano participaram na iniciativa oito escolas do concelho caldense e cerca de 200 alunos dos 2º e 3º ciclo do ensino básico e ensino secundário.  A organização recebeu cerca de 70 planos de negócio, tendo seleccionado 13 projectos que foram apreciados na cerimónia, que teve por júri os presidentes da Câmara, da Assembleia Municipal e da AIRO, o vereador da juventude e a directora de serviços da Direcção Geral das Actividades Económicas.

Entre as escolas participantes foi premiada a Escola Técnica Empresarial do Oeste como a mais inovadora e distinguido o Colégio Frei Cristóvão como a escola mais empreendedora.