Siga-nos

Perfil

Expresso

A vida de saltos altos

Como será a sua vida daqui a 10 anos? Tenha hoje um encontro com o futuro

Estamos a falar de coisas tão simples como comprar um bilhete de autocarro ou de cinema apenas com um SMS ou comprar o vestido dos seus sonhos com o seu PDA (enquanto faz precisamente a viagem no autocarro). Ainda não está muito entusiasmada? Então continue a ler.

Solange Cosme (sapato nº 39) (www.expresso.pt)

Quando eu era miúda vi o "Regresso ao Futuro" várias vezes. E não era pelo Michael J. Fox, que nunca lhe achei grande piada, o que eu gostava mesmo era de poder imaginar como seria viajar no tempo. Por várias vezes fiquei a pensar qual a época e o local onde gostaria de voltar na História e - melhor ainda - quantos anos gostaria de avançar para poder ver a evolução da humanidade. Tudo isto, pensava eu, eram sonhos de criança. Com o tempo, e com a perda da inocência, começamos a ser pessimistas. Aposto que a maioria das pessoas, quando questionados de como será a vida daqui a 10 anos, responderia: com mais desemprego, sem sistema de segurança social e a lutar contra uma série de doenças e epidemias.

Eu tenho uma visão optimista. Em boa verdade as pessoas crescem mas esta necessidade de vermos o futuro e de sonharmos com ele parece que fica e, para algumas pessoas, profissionaliza-se. E ainda bem que assim é.

Foi com esta ideia na cabeça que a Frog Design e o guru tecnológico John Maeda (e professor do MIT) levaram a cabo o projecto "Your Life in 2020" e que tinha como principal motivação mostrar a evolução tecnológica no nosso dia a dia - para daqui a 10 anos. Parece que a tecnologia, como a conhecemos hoje em dia, está prestes a mudar. E este é o futuro.

Claro que numa primeira abordagem, tudo isto parece muito complicado, mas como também já perceberam não vos vou falar nem de algoritmos nem, muito menos, em linguagem binária. O que me surpreendeu nesta abordagem, foi a aplicação prática, ao nosso dia a dia, desta visão. Assim, estamos a falar de coisas tão simples como comprar um bilhete de autocarro ou de cinema apenas com um SMS ou comprar o vestido dos seus sonhos com o seu PDA (enquanto faz precisamente a viagem no autocarro). Ainda não está muito entusiasmada? Então continue a ler.

Manter a linha, fazer compras e encontrar o homem da sua vida

Parece que daqui a 10 anos as preocupações das mulheres não vão mudar assim tanto, mas vão certamente evoluir, e parece que a tecnologia vai acompanhar essa evolução no sentido positivo.

Segundo este projecto visionário, em 2020 poderá fazer algo tão simples como sincronizar-se com a comida. Parece estranho? Eu diria extraordinário! Imagine que vai comer um hambúrguer. Coloca o hambúrguer no tabuleiro, as batatas fritas e a sua bebida habitual. Agora imagine se senta e tem um mecanismo que lhe permite dizer exactamente quantas calorias a sua refeição tem, quantas é que (segundo o seu perfil) pode ingerir, e quantas horas vai ter de correr na passadeira se quiser mesmo comer o hambúrguer todo e ainda perder uns quilinhos. Mas vai mais longe! Pode mesmo ter em casa um frigorifico que a ajuda a fazer a gestão do stock de alimentos e a sugerir-lhe receitas saudáveis com os ingredientes que tem em casa! Posso já encomendar um para mim por favor? É que sempre quis ter um "personal chef"!

E se o futuro a vai ajudar a caber naquele vestido que tanto gosta, parece que também a vai ajudar a encontrar esse mesmo vestido. Mesmo que seja de alguém que passa na rua com ele. É só tirar do bolso esta espécie de scanner e vai conseguir facilmente ter acesso ao histórico de qualquer produto que passe na rua (sim, preço e local de compra incluído) e encomendá-lo logo a seguir.

Agora que já tem o corpo fantástico e a roupa de cair para o lado, não vai querer de certeza passar o "resto do futuro" sozinha. Até nisso a tecnologia dá uma ajudinha (ou não!). É que a história de ir a um encontro e perguntar "então o que é que fazes" vai mesmo "passar à História". Imagine o que é ter acesso ao historial inteiro da pessoa que acabou de conhecer (e isso inclui até a quantidade de relacionamentos que a pessoa já teve antes) ou mesmo ter a noção de quantas pessoas dentro daquela discoteca gostam tanto de correr à beira rio como você. Parece assustador? Também acho, mas é mesmo assim! O futuro é assustador! É por isso que é preciso vivê-lo!

E neste sábado de chuva em pleno Maio, e com tanta coisa para resolver em 2010, deixo-vos com esta antevisão de 2020. Sem medo! Porque sonhar ainda é preciso.