Siga-nos

Perfil

Expresso

As aventuras de uma empreendedora

Progresso, do verdadeiro

Ana Campos

Aqui fica o meu quarto desejo de natal: progresso. Estamos numa fase em que o progresso não vem ter connosco com facilidade, em que a oferta é quase nula e a procura uma avalanche, em que as barreiras parecem viver connosco e as oportunidades não são mais do que miragens, em que o mais pequeno avanço é como se fosse uma dádiva divina. Estamos, por isso, numa negra fase em que a mais pequena luz é garantia de alguma esperança, de um breve sorriso.

O desejo pelo progresso sem uma causa maior é uma vontade vazia. Talvez seja este um dos grandes males do mundo, ou a origem destes, a ânsia por um progresso malicioso, em que não se sabe muito bem o que se quer, a não ser que se quer muito, avançando-se, assim, num falso progresso - como o que assistimos atualmente - quando na realidade é o mais puro retrocesso.

O verdadeiro progresso é a concretização daquilo que se vai construindo aos poucos no desejo da evolução, da nossa e dos outros, que, quando acontece, parece um sonho muito maior do que aquele que conseguíamos imaginar. Para que o progresso nos realize, temos de encontrar a realização naquilo que nos pode levar até ele e não no fim em si, senão seremos, certamente, sofredores crónicos que experimentamos na vida raros momentos de felicidade.

 

www.anagilcampos.blogspot.pt