Siga-nos

Perfil

Expresso

Amnistia Internacional

A Amnistia Internacional - Portugal apresenta

A exposição "1000 Famílias - O álbum de família do Planeta Terra" De Uwe Ommer De 15 de Maio a 30 de Junho de 2010, Belém - Praça do Império - Museu de Marinha, exposição ao ar livre - Entrada Gratuita

Amnistia Internacional

963 milhões de pessoas passam fome todos os dias; 1.000 milhões de pessoas vivem em bairros degradados; a cada minuto uma mulher morre devido a complicações relacionadas com a gravidez; 1.300 milhões de pessoas não têm acesso a cuidados médicos básicos; 2.500 milhões de pessoas não têm acesso a serviço sanitários adequados; cerca de 20.000 crianças morrem todos os dias como resultado desta situação...todos estes somando milhares de milhões de pessoas que vivem sem o mínimo de condições que a Dignidade Humana impõe. 

São números impressionantes. Mais impressionantes se tornam se olharmos para estes números não enquanto tal, mas como pessoas, membros da nossa família humana. "Exigir Dignidade", exigir respeito pela dignidade destas pessoas, significa exigir respeito pela nossa própria família: a Humana. 

O fotógrafo Alemão Uwe Ommer percorreu os cinco continentes durante quatro anos, entre 1996 e 2000, fotografando famílias com o objectivo de criar um "álbum de família" para o nosso Planeta. Uwe Ommer conseguiu captar através da sua objectiva aquilo que muitos de nós não captamos com os nossos olhos e coração: que, afinal, não somos assim tão diferentes. 

Em 2010, Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social, a Amnistia Internacional - Portugal quer mostrar a todos a exposição "1000 Famílias - O álbum de família do Planeta Terra", onde todos poderão atestar que, não obstante as diferenças de cor, raça, cultura, religião, hábitos, somos essencialmente iguais: todos somos Humanos. Todos temos os mesmos direitos e os mesmos deveres.  

A exposição "1000 Famílias" foi apresentada pela primeira vez no Photokina em Setembro de 2000, na cidade de Colónia, na Alemanha. Desde então percorreu as principais cidades mundiais sendo alvo dos mais rasgados elogios, não só pela sua originalidade e beleza, mas também pela ideia que transmite de que afinal, pelo mundo fora, temos todos muito em comum. 

Lisboa recebe agora, numa iniciativa da Amnistia Internacional - Portugal, esta exposição, entre 15 de Maio e 30 de Junho, na Praça do Império em frente ao Museu de Marinha. São 100 fotografias seleccionadas de entre milhares de negativos, representando aquele que pode ser considerado um álbum de família do Planeta Terra, onde encontramos, por exemplo, elementos da tribo Masai, agricultores que esperam chuvas na Síria, a família de um Imã de uma mesquita no Mali, plantadores de batatas na Colômbia e na Ucrânia, marinheiros de profissão no México; empregados de escritório no Brunei, membros da cultura Amish, pessoas em migração, crentes de todas as religiões... Tudo isto sob a forma de grandes ou pequenas famílias. E na vida de todas elas Uwe Ommer surgiu observando e assimilando os seus laços afectivos e as suas maneiras particulares de viverem no nosso Planeta, criando o que pode ser considerada uma verdadeira lufada de ar fresco de cariz sociológico, antropológico, mas sobretudo humana. 

Um extraordinário "retrato humano" do Planeta Terra! 

Para mais informações sobre a exposição visite www.1000familias.com

 

Este texto é da inteira responsabilidade do autor e da entidade representada.