Siga-nos

Perfil

Expresso

100 reféns

PS e PSD apanhados em vídeo: do Tango ao fecho de fronteiras

Um pequeno vídeo é a caricatura perfeita de como se comportaram PS e PSD e seus líderes no recente acordo que estabeleceram para segundo um deles: "salvar o país".

Tiago Mesquita (www.expresso.pt)

A cerimónia de encerramento da fronteira entre Paquistão e Índia diz muito acerca das estranhas relações que se têm verificado entre os dois maiores partidos políticos portugueses.

Primeiro cantam e dançam. Nem parecem duas tribos habituadas a viver em permanente tensão. Gritos anunciam o acordo. Pedro Silva Pereira segura no microfone e José anuncia as medidas de austeridade depois de tocar na corneta, ou dar-nos musica se preferirem. E partem lado a lado rumo à oposição com o publico a aplaudir.

Juntos marcham rumo aos portões do entendimento que se abrem à chegada. Do outro lado Pedro, que tudo está disposto a fazer pela salvação do país. Até pedir desculpas por ter de o fazer sendo a bengala de José, coxo de soluções.

Tudo parece estar a correr bem até que o bater de pés efusivo mostra alguns sinais de tensão. Cumprimentam-se com ar comprometido e cada um para vai para seu lado. Fecham-se os portões novamente. O trabalho está feito. Volta tudo ao mesmo. Cada um no seu poleiro. Inimigos como dantes.