Siga-nos

Perfil

Expresso

100 reféns

José Sócrates e Pedro Silva Pereira gémeos em novela da TVI?

Não sei se terá sido esta a causa da alegada tentativa de intromissão do governo no negócio PT/TVI. Mas a ter existido deve ter sido. Eles são iguais. Até arrepia.

Tiago Mesquita (www.expresso.pt)

A presença de Pedro Silva Pereira na comissão de inquérito já deu pelo menos para fazer prova de uma coisa: José Sócrates está aí para durar. E mais, se não durar tem um duplo que o substitui sem que ninguém dê por falta do original. Genial. O boneco do contra informação "José Trocaste" não teria feito melhor.

Os que andavam por aí a lamuriar-se que o Primeiro-Ministro deveria ter acedido a estar presente na comissão devem ter mordido a língua. José respondeu com o "gémeo" político Pedro. E ainda vai trocar com a comissão cartinhas de perguntas e respostas. O que demonstra que José é um cavalheiro que gosta de namorar à moda antiga. Sem a proximidade física a pôr em causa as boas intenções. Provou assim o Primeiro-Ministro que é possível estar presente duas vezes na comissão sem sequer lá pôr um pé: primeiro no corpo emprestado de Pedro e depois em espírito e papel timbrado.

Impressiona a parecença: A farpela até ao pormenor da cor de gravata, os gestos, a forma de falar, os tiques. A passagem de dócil a agressivo e ameaçador com paragem de alguns segundos na casa do indignado. Foi sublime. Melhor mesmo só me lembro de De Niro a fazer de Capone. 

Isto tudo provou, e certamente será reflectido nas conclusões que a comissão irá produzir, que a intromissão do governo no negócio PT/TVI visava o controlo da "ficção nacional" da estação televisiva de Queluz.

E quando falo de ficção não me estou a referir ao defunto jornal de sexta da Manuela Moura Guedes. Se bem que tenho consciência que melhor ficção nacional do que aquele espaço informativo deve ser difícil de encontrar. Estava-me a referir sim às novelas que a estação produz à velocidade da linha de montagem de uma fábrica de plásticos em Taiwan.

É que esta semelhança entre Pedro e José dava perfeitamente para uma das muitas novelas de gémeos. Os "gémeos socialistas" em breve na sua TVI.