Siga-nos

Perfil

Expresso

One web show

Ségolène e o verdadeiro choque tecnológico

Ou se está na Web ou não se está. Ségolène está. Depois de ter provado no YouTube que tem à-vontade com as novas tecnologias, Ségolène Royal, a candidata presidencial francesa, mantém a presença no jogo Second Life.



Clique na imagem para visitar o site oficial da candidata

Neste ambiente de vida dupla digital, os cartazes a favor do voto em Ségolène estão colocados frente à sede do Partido Socialista Francês. Um edifício virtual construído no Second Life depois de comprados os terrenos para o efeito, virtuais claro está.

A menos de um mês das eleições, a candidata continua empenhada em conquistar os cibernautas. De resto, a Internet é uma aposta de Royal desde há um ano. É que, a 7 de Abril de 2006, Ségolène já tinha lançado uma campanha eleitoral na Web, com o sítio "Désirs d'Avenir" (desejos do futuro).

É pouco importante se o sítio oficial, o vídeo no YouTube e a sede no Second Life conseguem atrair muitos ou poucos visitantes. O facto é que são a prova de que a política e/ou os governos podem chegar a todo o lado no mundo virtual.

Resta saber quando é que Portugal terá, por exemplo, uma embaixada no Second Life. A Suécia está a preparar a sua, que será a primeira.

--------------------

Novo álbum dos Air no Second Life



Clique na imagem para visitar o site oficial dos Air

Os Air abriram uma sala no Second Life onde qualquer jogador (há mais 2,2 milhões) pode ouvir o último álbum da banda, Pocket Simphony, lançado no início de Março.

Na sala de audição, como lhe chamam, os visitantes deste mundo virtual encontram as 12 músicas do álbum, bem como o vídeo do Once Upon A Time, o sinlge de lançamento.

--------------------

Miguel Martins

Editor de Multimédia do Expresso

Clique em qualquer um dos tapetes se quiser ver todos os textos publicados até hoje neste blogue.