Siga-nos

Perfil

Expresso

Jornalismo de Sarjeta

Não levem a mal que compare

Ouvindo o secretário regional da Saúde da Madeira, Francisco Ramos, assegurar aos microfones da TSF que não há abortos no arquipélago, vieram-me imediatamente à cabeça as palavras do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad que, há vinte dias, em Nova Iorque, garantia ao auditório da Universidade de Columbia que não existiam homossexuais no Irão. ''A Madeira não regista nenhum pedido de Interrupção Voluntária da Gravidez, nem qualquer episódio de complicação pós-aborto'', frisou o governante regional, enfatizando ainda: ''É bom que saibam isto e divulguem isto''. Pois é. Não há abortos na Madeira. Como não existem homossexuais no Irão.

Cristina Figueiredo, jornalista