Siga-nos

Perfil

Expresso

Cibercidadania

Respostas a assuntos diversos levantados nos comentários de ter ou não ter

"vejo-o muito preocupado por alguns intervenientes por aqui se referirem a outros assuntos e não respeitarem os temas apresentados pela Direcção do Expresso." (aukistuxego, em Ter ou não ter)

Lembro que a função das caixas de comentários por baixo de cada post é precisamente a de comentar o post. Não se tata, portanto, de respeitar os temas apresentados. Trata-se de saber o que se faz e onde se faz.

O Expresso disponibiliza outros espaços abertos para debater outros assuntos, incluindo foruns onde o leitor pode lançar o seu próprio tema.

"O problema também tem a ver com a opinião pública "ter ou não ter" direito a comentários e informações fora das linhas editoriais das empresas jornalisticas que veiculam determinados interesses" (idem)

1. Não compete ao Expresso decidir se a opinião pública "tem ou não tem" direito a comentários e informações fora das linhas editoriais das empresas jornalísticas.

2. Recordo-lhe, para o caso de ter andado distraído nos últimos 30 anos, que a opinião pública já tem esse direito.

3. O leitor pode emitir as opiniões que quiser nos espaços existentes para tal, segundo as regras de cada espaço. O leitor pode (e sugiro-lhe vivamente que o faça) abrir o seu próprio blogue e dar as notícias à sua maneira, sozinho ou contratando os jornalistas sem aspas para a função.

4. O leitor não deve, mas pode desrespeitar a etiqueta e as regras implícitas das caixas de comentários. Não pode é queixar-se da falta de direitos, pois ninguém lhos sonegou.

"E finalmente, quanto ao facto de estar ao dispor para migrar os comentários aqui colocados, quero dizer que o Blogue pertence ao Expresso, que pode muito bem fazer o que quizer, mas nesse caso comigo não contam, porque sempre fui um cidadão livre...e revela a grave situação, em meu entender, da comunicação social em Portugal, impeditiva de uma verdadeira alternativa do que aukistuxego..." (idem)

Está o caríssimo leitor equivocado. A minha disponibilidade destina-se não a cortar os comentários, mas a dar-lhes o destaque merecido, com honras de forum próprio, uma vez que na caixa de comentários onde estavam a ser colocados perdem o brilho, misturados com os comentários de outros leitores sobre as entrevistas do presidente da República e de Santana Lopes.

Respostas a outros leitores no mesmo post

Caro Observador Atento, jamais me passaria pela cabeça impedi-lo de realizar tais denúncias fundamentais para o exercício da democracia em Portugal. Pelo contrário, sugerir-lhe que lhes desse o devido destaque, abrindo um forum só para elas, em vez de se perderem no meio dos comentários de outros leitores sobre as entrevistas do presidente da República e de Santana Lopes.

Caro JPereira, você não nos está a fazer um favor ao participar: está livre, espontânea e conscientemente a usar um espaço que o Expresso abre aos seus leitores para manifestarem as suas opiniões.

É claro que prezamos as participações dos leitores, todas elas. E digo todas elas porque todas as opiniões são importantes, de uma maneira ou de outra, e todas contribuem -- de um maneira ou de outra -- para entendermos melhor os temas. É por isso, aliás, que existem regras implícitas de participação nos espaços de comentários. A primeira delas é a necessidade de nos mantermos o mais possível dentro do tópico, para evitar a cacofonia, o excesso de ruído que acaba por vitimar toda a conversa.

A minha missão (e com isto respondo à sua pergunta acerca da qualidade em que me dirigi) é a de moderador da cibercomunidade do Expresso. Compete-me valorizar a participação dos leitores nos conteúdos da responsabilidade do Expresso.

Paulo Querido

jornalista