Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

Ricardo Salgado e Manuel Pinho: capitalismo de betos

Com ou sem corninhos, Manuel Pinho é uma caricatura, um cartoon da falência moral da elitezinha que nos apascentou, um retrato quase cómico, quase inimputável, deste capitalismo queque baseado em deferências aristocráticas entre betinhos insuportáveis. Pinho devia estar debaixo de uma pedra na Mongólia Interior, coberto de pó e vergonha, mas anda por aí a pedir uma indemnização de dois milhões de euros ao BES. É caso para dizer que a criatura, afinal, pode morder o criador. Manuel Pinho era um dos homens que Ricardo Salgado movimentava a seu bel-prazer. Basta ter um pouco de memória.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI