Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

Read my lips: acabar com os governadores civis

Temos de fazer uma lipoaspiração na estrutura do Estado. Os 18 governadores civis e respectivos séquitos devem ser extintos.

Henrique Raposo (www.expresso.pt)

I. É, de facto, uma medida urgente: a extinção dos governadores civis. Isto porque as competências dos governadores civis podem ser facilmente transferidas para o poder local (manifestações e concursos) e central (passaportes). A figura do 'governador civil' representa uma desnecessária duplicação de organismos públicos.

II. Mas, mais uma vez, os partidos não estão interessados em fazer esta mudança. Porque o cargo de 'governador civil' tem sido uma espécie de tacho dourado para aqueles apparatchik que não conseguem ser deputados ou gestores públicos. Acabar com esta vergonha mansa é urgente.