Siga-nos

Perfil

Expresso

São granadas, senhores

Na segunda-feira falei aqui dos tabus que paralisam o debate sobre muçulmanos, migrações e ascensão dos nacionalismos. Nem por acaso, Carl Bildt, ex-primeiro ministro sueco, foi ao programa do Fareed Zakaria fazer uma demonstração desta desonestidade que é o próprio ar que se respira: Bildt passa dez minutos a falar da questão, mas só gasta dois segundos a mencionar os “problemas na lei e ordem e na sustentabilidade do Estado social”, que são precisamente as ansiedades que estão a montante do crescimento do nacionalismo. Bildt não menciona, por exemplo, um facto dramático: a Suécia, país em paz, tem um rácio de explosões de granada que faz lembrar um país em guerra. Porquê?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido