Siga-nos

Perfil

Expresso

A facilidade do mal

Arendt falou da banalidade, nós podemos falar da facilidade: chegar ao mal é um pulo de cobra; podemos falar da forma como alguns espelhos (Facebook, Twitter, etc.) perverteram o espaço público em dez anos. Em dez anos, perdemos a capacidade de dizer “meu caro” num diálogo. Como é que uma década foi suficiente para a destruição das regras da liberdade do espaço público? Como é que uma década chegou para a instauração de um clima em que as pessoas têm medo de expressar esta ou aquela opinião, porque sabem que “discordância” passou a ser “inimicícia”?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)