Siga-nos

Perfil

Autárquicas 2017

Autárquicas 2017

Sondagem em Sintra: Basílio Horta à beira da maioria absoluta com 42,8% dos votos

O atual autarca de Sintra, eleito pelo PS, distancia-se do principal rival, agora apoiado por PSD e CDS. BE pode passar a ter representação no executivo camarário

A noite de 29 de setembro de 2013 foi como uma injeção de adrenalina para a campanha de Marco Almeida, então candidato independente, em Sintra. Chegou a anunciar-se o empate entre ele e o principal adversário, Basílio Horta (PS), que acabaria por ganhar a câmara. E, feitas as contas, apenas 1738 votos (1,4%) separaram os dois candidatos mais votados, deixando o PSD, representado por Pedro Pinto, bem atrás.

Desde então, o cenário mudou ligeiramente: os protagonistas são os mesmos, só que desta vez Marco Almeida conta com o apoio de PSD e CDS, que desistiram de apresentar candidato próprio depois da derrota de há quatro anos. Os resultados, no entanto, são bem diferentes. Segundo o estudo de opinião da Eurosondagem para o Expresso e a SIC, nesta noite eleitoral não haverá espaço para dúvidas nem contagens até ao último voto, uma vez que Basílio Horta crescerá significativamente, à beira da maioria absoluta.

A projeção, que assume que quem escolheu a opção “não sabe/não responde” se vai abster no dia 1 de outubro, atribui ao atual autarca do PS 42,8% dos votos, mais 16 pontos do que os obtidos em 2013. Isto significa que Basílio Horta contaria com cinco ou até seis vereadores de um total de onze, ficando à beira da maioria absoluta.

Para Marco Almeida, as notícias são piores: apesar de crescer três pontos (28,5%) em relação às últimas autárquicas, fica a ver de longe a maioria de Basílio e mantém o número de vereadores que o seu movimento já tinha (quatro). Com o apoio a Marco Almeida, PSD e CDS conseguem um resultado bastante melhor do que em 2013, quando só conseguiram 13,79% dos votos e dois vereadores.

Para as restantes forças políticas, pode ficar tudo como dantes: o estudo prevê que a CDU, com 10% dos votos, mantenha o seu vereador. Já o BE cresce 2,5 pontos para um total de 7%, ficando em cima da mesa a hipótese de passar a ter um vereador.

Ficha técnica

Estudo de Opinião efetuado pela Eurosondagem S.A. para o Expresso e SIC, dias 17, 18, 19 e 20 de Setembro de 2017. Entrevistas telefónicas, realizadas por entrevistadores selecionados e supervisionados. O Universo é a população com 18 anos ou mais, residente no Concelho de Sintra, e habitando em lares com telefone da rede fixa. Foram efetuadas 838 tentativas de entrevistas e, destas, 117 (14,0%) não aceitaram colaborar no Estudo de Opinião. Foram validadas 721 entrevistas. A escolha do lar foi aleatória nas listas telefónicas e o entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo, e desta forma aleatória resultou, em termos de sexo, (Feminino – 51,2%; Masculino – 48,8%), e no que concerne à faixa etária, (dos 18 aos 30 anos – 19,1%; dos 31 aos 59 – 47,4%; com 60 anos ou mais – 33,5%). O erro máximo da Amostra é de 3,65%, para um grau de probabilidade de 95,0%. Um exemplar deste Estudo de Opinião está depositado na Entidade Reguladora para a Comunicação Social.