Siga-nos

Perfil

Expresso

Arquivo

Passos e Portas reúnem-se hoje para negociar Executivo

Os líderes do PSD e do CDS-PP reúnem-se hoje às 10h00, na sede dos sociais-democratas, em Lisboa, para dar início às negociações com vista à formação de um novo Governo.Clique para visitar o especial Portugal 2011

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, e o líder do CDS-PP, Paulo Portas, reúnem-se hoje às 10h00, em Lisboa, para começar a discussão do futuro Executivo. Pedro Passos Coelho e Paulo Portas reuniram-se informalmente na terça-feira e definiram o modelo das negociações entre os dois partidos, que juntos formam uma maioria absoluta na Assembleia da República, somando 129 deputados, quando ainda faltam apurar os quatro deputados pelos círculos da emigração. O PSD venceu as eleições legislativas de domingo com 38,6%, elegendo 105 deputados, o PS obteve 28% (73 deputados), o CDS-PP 11,7% (24 deputados), o PCP 7,9% (16 deputados) e o Bloco de Esquerda 5,2% (oito deputados). Na segunda-feira, o Presidente da República, Cavaco Silva, reuniu-se com o líder dos sociais-democratas, a quem incumbiu de "desenvolver de imediato diligências" para "propor uma solução governativa" com apoio parlamentar maioritário, a ser comunicada ao Chefe de Estado "antes da publicação do mapa oficial" dos resultados eleitorais.

Cavaco quer  dar posse ao Governo até 23 de junho

A publicação do mapa oficial dos resultados só poderá acontecer após o apuramento dos votos da emigração, que serão contados no dia 15 de junho. À noite, à entrada para uma homenagem póstuma ao pintor moçambicano Malangatana, Cavaco Silva reforçou o pedido de celeridade de formação de um novo Governo e afirmou que é possível dar posse ao próximo Governo "antes ou no próprio dia 23 de junho", a  tempo de o próximo primeiro-ministro participar no Conselho Europeu que começa nesse dia. "Na situação em que o país se encontra, seria de toda a vantagem que a posse do novo Governo ocorresse o mais rapidamente possível", afirmou o Presidente da República, Cavaco Silva, que disse ainda que espera ouvir os partidos na próxima semana.