Siga-nos

Perfil

Expresso

Alertas Expresso

Seguros dentários investigados

Companhias são suspeitas de não comparticiparem a assistência e de imporem actos clínicos gratuitos. Já há queixas de clientes.

A Entidade Reguladora da Saúde e o Instituto de Seguros de Portugal estão a investigar as apólices de saúde oral comercializadas no país. Em causa estão suspeitas de não comparticipação da assistência e a imposição de actos clínicos gratuitos.

Os 'saldos' foram denunciados pelo próprio bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, e já motivaram várias reclamações de clientes. Ao Expresso, a Deco revelou a existência de 300 queixas no primeiro semestre do ano, das quais 20% a 25% são relativas a seguros dentários.

Leia mais na edição de amanhã do Expresso em banca, ou clique aqui para ler na versão e-paper (pdf inteligente para assinantes, disponível a partir das 00h01 de sábado)