Siga-nos

Perfil

Expresso

Lusofonia

ONU nomeia alto funcionário português

Victor Da Silva Angelo, de 58 anos, foi anunciado como o representante especial para a Missão da ONU na República centro-africana e no Chade (Minurcat).

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, nomeou um alto funcionário português, Victor Da Silva Angelo, representante especial para a Missão da ONU na República centro-africana e no Chade (Minurcat), anunciou hoje uma porta-voz, Marie Okabe.  

      

Silva Angelo, 58 anos, foi representante do secretário-geral na Serra Leoa e coordenador das actividades das agências da ONU neste país.

Antes, ocupara vários cargos no seio da organização mundial, nomeadamente no Zimbabué e em Timor-Leste.  

     

Criada em Setembro pelo Conselho de Segurança, a Minurcat conta com 300 polícias internacionais e 850 polícias chadianos que serão encarregues de proteger os campos de refugiados e de deslocados no Chade e na República Centro-africana (RCA) perto da fronteira destes países com o Darfur (ocidente do Sudão), região sudanesa assolada há cinco anos por uma guerra civil. 

     

A segurança do conjunto, incluindo da Minurcat, será garantida por uma força da União Europeia, a Eufor Chade-RCA, com 3.700 soldados e comandada pelo general irlandês Patrick Nash.  

     

Esta força, que vai actuar sob mandato da ONU, deve começar em breve a instalar-se no leste do Chade e no nordeste da República centro-africana. 

     

A insegurança nestas regiões agravou-se devido aos confrontos entre os grupos rebeldes e soldados dos governos de N'Djamena et de Bangui.