Siga-nos

Perfil

Expresso

Lusofonia

Eleitores escolhem hoje autarcas para próximos quatro anos

Os cabo-veridanos votam hoja para as eleições autárquicas. Em causa estão 22 municípios e 52 candidatos.

Hoje, entre as 08:00 e as 18:00, os 252.726 eleitores irão escolher os novos autarcas, prevendo a Comissão Nacional de Eleições (CNE) que os primeiros resultados comecem a ser conhecidos a partir das 19:00.

Em causa estão 22 municípios, aos quais concorrem 52 candidatos a presidente de câmara, entre os apoiados pelo PAICV (Partido Africano da Independência de Cabo Verde, no poder), o MpD (Movimento para a Democracia, maior partido da oposição), UCID (União Cabo-verdiana Independente e Democrática, pequeno partido) e os independentes (em quatro câmaras).

Em termos gerais a campanha decorreu sim incidentes mas foi manchada, na última quinta-feira, pela morte de um jovem apoiante do PAICV, que terá sido esfaqueado por outro do MpD no decorrer de uma acção de campanha na Cidade da Praia, capital do país.

Este ano a CNE fez uma grande campanha, sem precedentes, de apelo ao voto, para fazer face à abstenção, que costuma ser elevada.

Tinta para evitar fraudes

Também pela primeira vez será usada em Cabo Verde a tinta indelével, numa tentativa de evitar fraudes, e a CNE, bem como a Direcção Geral de Apoio às Eleições (DGAE) têm usado os novos meios de comunicar para facilitar a vida aos eleitores, enviando por telemóvel o lugar onde cada um deve votar.

Os eleitores votam para 22 câmaras municipais, mais cinco do que as 17 das últimas eleições autárquicas, já que o governo criou em 2005 cinco novos municípios (Ribeira Grande de Santiago/Cidade Velha, S. Salvador do Mundo, Santa Catarina do Fogo, S. Lourenço dos Órgãos e Tarrafal de S. Nicolau).

Os novos municípios têm sido dirigidos até agora por uma comissão instaladora, presidida por elementos afectos ao PAICV, que são agora candidatos a presidente da Câmara.

Resultados das últimas autárquicas

Nas últimas eleições autárquicas, das 17 câmaras, o PAICV ganhou seis e o MpD 10, além de ter apoiado o candidato independente da ilha do Sal, Jorge Figueiredo.

Os municípios do partido no poder são até hoje apenas os das ilhas de Santiago, Fogo e Brava, sendo as restantes dominadas pelo MpD, que nestas eleições apresenta 20 candidatos próprios e apoia dois independentes.

O PAICV concorre em todos os 22 municípios e a UCID candidata-se a seis câmaras.

Ao todo, entre candidatos às câmaras e às assembleias municipais, estão nas listas autárquicas 2030 pessoas (efectivos e suplentes), sendo que dos 52 candidatos dos vários partidos e grupos apenas três são mulheres: Vera Almeida no Paul, Leonesa Fortes na Ribeira Grande e Isaura Gomes em S. Vicente.

  • As eleições autárquicas em Cabo Verde, no domingo, 18 de Maio, envolvem mais de 2 mil candidatos a 22 câmaras municipais. Em vésperas do sufrágio, Jorge Santos, líder do MpD, o principal partido da oposição, tira uma radiografia ao país e avalia as relações com Portugal e com a UE.