Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Ventos fortes começam a abrandar quarta-feira

O Instituto de Meteorologia alerta para a ocorrência, hoje e amanhã, de vento forte em 15 dos 18 distritos de Portugal continental e no arquipélago da Madeira.

Quinze dos 18 distritos de Portugal continental e também o arquipélago da Madeira estão esta segunda-feira sob alerta Amarelo, o segundo de uma escala de quatro, devido à ocorrência de vento forte, que pode atingir os 90 km por hora. Esperam-se rajadas na ordem dos 75km/h, prevendo-se situação meteorológica idêntica para amanhã.

A ventania começa a melhorar a partir da quarta-feira, quando ainda poderá registar-se vento forte (até 45km/h) de noroeste no litoral oeste, sobretudo durante a tarde.

Segundo o Instituto de Meteorologia (IM), embora esta seja a época de furacões no Atlântico, a ocorrência de vento forte com rajadas em Portugal nada tem a ver com o Dean, que esta noite deverá alcançar a costa leste da Península de Yucatan, no México, com potencial para evoluir para a categoria 5(extrema) nas próximas 24h.

Consultados pelo Expresso, os técnicos do IM referem que a situação que obriga a divulgação de alerta Amarelo em quase todo o país deve-se ao facto de estarmos sob "a acção de uma corrente de Norte inserida na circulação do anticiclone situado a Norte dos Açores e que se estende em crista em direcção do Golfo da Biscaia, dando origem a ventos moderados a fortes no litoral Oeste". A situação volta à normalidade na quinta-feira.

Muito calor em Faro

No distrito de Faro, um dos abrangidos pelo nível de perigo Amarelo, a situação é também preocupante relativamente ao calor. No entanto, a temperatura máxima prevista para hoje não deverá ultrapassar os 35 graus.

De todos os distritos portugueses, a situação é considerada normal (nível de alerta Verde) apenas nos distritos de Portalegre, Évora e Beja, bem como no arquipélago dos Açores.

Quanto ao risco de incêndio, atinge hoje o valor "máximo" em vários concelhos dos distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Faro.