Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Super-Homem regressa rejuvenescido

«Super-Homem: O Regresso» chega esta quinta-feira aos cinemas portugueses. O super-herói mais popular da humanidade foi ressuscitado pela Warner Bros.

É um homem? É um avião? Não… É o super-herói mais popular da humanidade, uma marca registada que a Warner Bros. passou dez anos a planear relançar, e que chega esta semana aos cinema nacionais em «Super-Homem: O Regresso».

O nosso herói esteve ausente da Terra durante uns anos devido a uma viagem ao seu planeta natal, Krypton. Ao regressar encontra Lois Lane envolvida com um parente do seu patrão e o psicopata Lex Luthor altamente empenhado em vingar-se e com mais um plano maquiavélico: utilizando os famosos cristais de Krypton (aqueles que conseguem anular os poderes do super-herói) tenciona construir um continente que destruirá a maior parte da América do Norte. O Super-Homem terá mais uma vez de conseguir o impossível para salvar a vida de milhões de pessoas.

A personagem já conta 70 anos de existência, mas os seus super-poderes parecem conferir-lhe também o dom da eterna juventude. O Super-Homem aparenta mesmo estar mais novo, encarnado agora por Brandon Routh que substitui Christopher Reeve, o actor cuja imagem ficou indissociavelmente ligada ao super-herói.

Há quem diga que um dos motivos da escolha de Brandon Routh foi a sua semelhança com Christopher Reeve. A selecção do norte-americano Brandon, na altura com 25 anos, ocorreu após inúmeros castings realizados nos EUA, Inglaterra, Canadá e Austrália.

O realizador Bryan Singer (também ele pela primeira vez envolvido numa aventura do Super-Homem, após ter dirigido filmes como os «Suspeitos do Costume» e «X-Men») diz-se «impressionado» com a parecença do actor com a personagem de banda desenhada.

O Super-Homem começou por surgir como um herói de uma BD publicada em jornais, para nos anos 40 ter dado origem a filmes e posteriormente a séries televisivas.

As suas últimas aventuras cinematográficas não foram particularmente bem sucedidas, mas a Warner Bros. conta agora relançar a popularidade de uma personagem que é uma referência de várias gerações.